10 de agosto de 2018
publicado às 13h45
Zé Mário, o líder que soube conectar a voz do campo e da cidade
Zé Mário vem mantendo constantes conversas com variados setores da sociedade em todos os municípios do estado. “Esta é uma experiência que nos nos dá um termômetro verdadeiro sobre o desejo de mudanças na política e na gestão pública de Goiás e do país”. (Reprodução: Facebook)

Zé Mário vem mantendo constantes conversas com variados setores da sociedade em todos os municípios do estado. “Esta é uma experiência que nos nos dá um termômetro verdadeiro sobre o desejo de mudanças na política e na gestão pública de Goiás e do país”. (Reprodução: Facebook)

Por Wilson Silvestre – Não é nenhuma novidade o que as pesquisas apontam: em média, 90% dos brasileiros não se sentem representados pelos inquilinos do poder, tanto Legislativo, Executivo, Judiciário e as instituições que gravitam ao redor. Devido a esta frustração é que os cidadãos com um mínimo de consciência crítica, mostram-se dispostos a mudar esta realidade, trocando legisladores e os executivos públicos no 7 de outubro.

A elite política que há anos está encastelada no poder, ficou de costas para o clamor do povo, não freou a corrupção, deixou de oferecer melhores serviços públicos como saúde, educação, segurança, moradia e geração de empregos. Eleição após eleição, continuaram a praticar a velha política do ‘toma lá dá cá’ sem se importar com a população. Agora chegou o momento do basta!

Outros personagens da sociedade entram na luta para mudar este quadro de privilégios e omissão. Não se trata da troca de inquilinos ou seis por meia dúzia. A população exige gente comprometida com o país, estados e municípios. Pessoas conectadas com as vozes das ruas e anseios dos que clamam por um estado para o cidadão e não para alguns.

Entre estes agentes da mudança, encontra-se o líder classista, produtor rural e homem identificado com o clamor do campo e, também, da cidade, Zé Mário. O presidente licenciado da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás) conhece como poucos os caminhos de Goiás. De norte a sul, leste a oeste, povoados, zona rural, municípios pequenos, médios e grandes, Zé Mário tem noção das carências do homem do campo e da população.

São mais de duas décadas ajudando o produtor rural, principalmente o que mais necessita do poder público. Alheio a sua posição de líder, sempre teve disposição para somar e buscar soluções para os problemas mais cruciais do cidadão comum. Mas, onde ele mais contribuiu foi na qualificação da mão de obra ofertada no campo.

Ao assumir o Sistema Faeg Senar, uma de suas metas foi levar por meio de programas sociais como Agrinho e os cursos técnicos, oportunidades para que os jovens por meio da qualificação profissional, pudessem buscar sua independência e melhora na qualidade de vida por meio de uma qualificação.

Ao defender os deserdados do estado, ignorados pelos poderosos de plantão, Zé Mário assumiu um papel que o estado negligenciava. Hoje, por onde passa em sua caminhada como candidato a deputado federal pelo Democratas, recebe o reconhecimento de sua luta em prol da educação.

Este sentimento de aprovação, estimula Zé Mário a buscar mais poder de influência para ajudar Goiás e o país, recuperar a trilha dos investimentos em serviços básicos ofertados à população. Mesmo num ambiente desfavorável em que se encontra os políticos, Zé Mário comemora sua grande aceitação e incentivo. Este reconhecimento é visível quando se observa que existe um exército de voluntários em todo o estado trabalhando o seu projeto para deputado federal.

Escreva um comentário