8 de junho de 2019
publicado às 10h45
Em Cristalina, Daniel do Sindicato corre para convencer o eleitor que merece mais quatro anos no poder
Prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato corre como o vento, mostrando obras em alguns bairro, a maioria de sua base na Câmara. Com isso, tenta convencer o eleitor que ele merece mais quatro anos no poder. Mas, no seu caminho pode encontrar o ex-prefeito Luiz Attié (DEM) que ele e seus vereadores resgataram como gestor eficiente e moderno. Fizeram tantas armadilhas para tirá-lo do caminho que despertou na população, o instinto de comparação entre Daniel e o ex-prefeito.

Prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato corre como o vento, mostrando obras em alguns bairro, a maioria de sua base na Câmara. Com isso, tenta convencer o eleitor que ele merece mais quatro anos no poder. Mas, no seu caminho pode encontrar o ex-prefeito Luiz Attié (DEM) que ele e seus vereadores resgataram como gestor eficiente e moderno. Fizeram tantas armadilhas para tirá-lo do caminho que despertou na população, o instinto de comparação entre Daniel e o ex-prefeito.

Por Wilson Silvestre – Crise financeira nos governos federal, estadual e nos municípios não desanimam prefeitos que buscam a reeleição em 2020. Por pior que seja o quadro, ninguém quer largar o osso, mesmo que tenham que correr para ‘apartar briga de vizinhos’ vão tentar convencer o eleitor que merecem mais quatro anos no poder.

Em Cristalina, município rico, agricultura pujante, mas em declínio na geração de empregos e queda de vendas no comércio – setor responsável pela geração de tributos -, o cidadão comum ainda não foi tocado pelo debate sobre sucessão. Aqui e ali ouve-se murmúrios sobre possíveis pré-candidatos, mas nenhum ainda com consistência para enfrentar a máquina pública liderada pelo atual prefeito, Daniel [do Sindicato] Sabino – por enquanto no PSB.

Mas um nome pode ameaçar esta ‘segurança’ de Daniel e seus amestrados vereadores. Trata-se do ex-prefeito Luiz Attié (DEM). Discreto e sem muito esforço, hoje é o nome mais ventilado para desalojar a turma de Daniel. O prefeito e seu grupo sabem disso e fazem o diabo para ‘limpar’ o caminho removendo Attié não no voto, mas no tapetão jurídico.

O blog foi um dos aliados de Daniel desde quando era vereador. Defendeu seus conceitos de gestão, fazendo contraponto ao ex-prefeito Luiz Attié. Como o mundo gira e a dinâmica política mostra que, às vezes, críticas são saudáveis no processo democrático, mas também podem ser injustas e até parciais. O blog acredita e defende que o processo democrático seja plural, dando vozes aos que estão órfãos do poder. Caso do ex-prefeito Attié.

Vencer o adversário nas urnas é uma coisa, mas colocar os amestrados vereadores de sua base para tentar desconstruir o ex-prefeito, tendo como narrativa o desgaste de sua gestão, não é justo. Attié pode ter muitos defeitos – quem não os tem? -, mas é quase consenso que retirou Cristalina do provincianismo e a colocou no patamar de cidade progressista, fortalecendo o comércio, gerando empregos e florescendo uma classe média urbana.

Até ser empossado em 2009, a cidade vivia sob o domínio de uma classe média rural que pouco ou quase nada comprava no comércio local. Por meio de campanhas junto aos empresários e consumidores, reativou a economia urbana, gerando mais empregos e tributos ao município.

As dificuldades de Daniel frente a gestão e sua comunicação burocrática, sem um eixo que faça o cidadão pensar, refletir sobre o passado e o presente, resgatou Attié no inconsciente de massa. Por mais que realize obras nos bairros de seus vereadores, quem fica fora é um potencial adversário. Como ele não terá tempo e dinheiro para atender todo mundo, é certo que sofrerá críticas juntamente com seus vereadores.

No ano que vem todos terão que bater à porta do cidadão e convencê-lo que merecem mais quatro anos no poder. Pode até ser que o Attié não se candidate, mas será o principal eleitor de Cristalina. Para onde ele pender, desequilibra a disputa.

Escreva um comentário