19 de dezembro de 2019
publicado às 09h51
Projeto político de Diego Sorgatto está cada vez mais dependente de Célio Silveira/Marcelo Melo
Deputado federal Célio Silveira e Marcelo Melo (na montagem), são fiadores político do projeto Diego Sorgatto prefeito de Luziânia. Com a possibilidade de não conseguir migrar para o Democratas se perder o mandato, Diego fica dependente de Célio para bancar sua candidatura. (Reprodução Facebook pessoal).

Deputado federal Célio Silveira e Marcelo Melo (na montagem), são fiadores político do projeto Diego Sorgatto prefeito de Luziânia. Com a possibilidade de não conseguir migrar para o Democratas se perder o mandato, Diego fica dependente de Célio para bancar sua candidatura. (Reprodução Facebook pessoal).

Por Wilson Silvestre – Ventos políticos vindos de Luziânia sussurram que o deputado federal Célio Silveira (PSDB), articula um plano B caso o deputado estadual Diego Sorgatto (por enquanto tucano) não consiga migrar para a base do Governador Ronaldo Caiado. Diego foi anunciado pelo líder do Democratas na região, Marcelo Melo como uma importante aquisição do partido para disputar a Prefeitura de Luziânia em 2020.

O problema é que a legislação atual não permite deputado migrar para outra legenda sem uma ‘janela’ partidária. No caso de Diego ele teria que buscar um partido recém criado ou renunciar ao mandato. Os tucanos dificilmente vão abrir mão do mandato para o adversário DEM, principalmente agora que estão sendo desidratados nos municípios.

Por conta deste impasse, especula-se que a solução está nas mãos do deputado federal e mandachuva tucano no município, Célio Silveira. Além de aliado de Diego é o mais interessado em elegê-lo prefeito para manter seu grupo unido. Hoje, Diego está umbilicalmente ligado ao grupo de Célio, portanto, o sucesso de sua candidatura a prefeito só terá chances de decolar tendo Célio como fiador.

Este arranjo passa por uma complicada engenharia política envolvendo o DEM e o PSDB comandado por Célio. No meio encontra-se Marcelo Melo outro fiador de Diego. Ele faz a ponte entre Célio que tem um grupo forte e o governador Ronaldo Caiado. Esta engenharia política desagua em 2022 com o objetivo de ampliar a densidade eleitoral do DEM, condição necessária para ser o principal protagonistas na reeleição de Ronaldo Caiado.

Escreva um comentário