19 de abril de 2020
publicado às 23h39
CRISTALINA | Sem apoio popular, gestão Daniel do Sindicato & amigos começa a desmoronar
Nesta bela sede da Prefeitura de Cristalina tem muita gente roendo as unhas, se agarrando à fé e juntando papéis, caso o escândalo da ‘rachadinha dos vereadores’ suba a rampa do Palácio Municipal Etienne Lepesqueur

Nesta bela sede da Prefeitura de Cristalina tem muita gente roendo as unhas, se agarrando à fé e juntando papéis, caso o escândalo da ‘rachadinha dos vereadores’ suba a rampa do Palácio Municipal Etienne Lepesqueur

Por Wilson Silvestre – Cristalina atravessa uma crise moral provocada por uma parte da elite política instalada no poder a partir de 2017. A população tem dúvidas quanto a lisura dos eleitos em gerirem os recursos do município, protegerem os valores éticos e morais, caros à história centenária da cidade. Diante de denúncias que arrastaram os amigos do prefeito Daniel [do Sindicato] Sabino Vaz (DEM) ao cadafalso político, só um milagre pode salvá-lo da derrocada moral.

Prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato terá dificuldades para explicar aos eleitores sua ligação com os ‘vereadores da rachadinha’.

Prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato terá dificuldades para explicar aos eleitores sua ligação com os ‘vereadores da rachadinha’.

A farta documentação apreendida pelo Ministério Público estadual e a polícia na residência dos envolvidos na ‘Operação toma lá dá cá’ – todos aliados de primeira hora do prefeito –, pode revelar “coisas cabeludas” e arrastá-lo para o calabouço moral. Somado às denúncias que acumulam no Ministério Público estadual contra a gestão Daniel, a maioria delas sob acusação de favorecimento a empresas de amigos e parentes, agora acrescenta mais o escândalo da ‘rachadinha dos vereadores’.

Estes amigos tornaram-se tóxico ao prefeito e vão contaminar a sonhada reeleição, favorecendo o ex-prefeito, Luiz Attié (Podemos). Mesmo tendo se passado mais de dois meses da ação policial, tendo os presos conseguido liminar para ficarem em casa sob monitoramento por tornozeleira, o assunto ainda monopoliza conversas entre a elite da cidade.

Para sorte dos envolvidos, a pandemia provocada pelo Covid 19 passou a ter mais atenção dos cidadãos, mas a ‘rachadinha dos vereadores’ continua despertando comentários e especulações. A curiosidade dos cidadãos é saber sobre o conteúdo telefônico, extratos bancários, contratos suspeitos, agendas, cópias de cheques, cartões bancários, aparelhos celulares, computadores e pendrives quando forem desvendados pela justiça. Esta expectativa tem provocado insônia em muita gente na prefeitura de Cristalina, principalmente o prefeito Daniel do Sindicato.

Escreva um comentário