17 de julho de 2020
publicado às 22h10
Guedes acredita ter dobrado Bolsonaro para apoiar recriação da CPMF Social
Nas conversas que vem tendo com Bolsonaro, Paulo Guedes tem apresentado uma série de programas sociais que podem ser financiados com a nova CPMF social. (Foto: Sérgio Lima/Reprodução Poder 360)

Nas conversas que vem tendo com Bolsonaro, Paulo Guedes tem apresentado uma série de programas sociais que podem ser financiados com a nova CPMF social. (Foto: Sérgio Lima/Reprodução Poder 360)

Por Vicente Nunes / Correio Braziliense – O ministro da Economia, Paulo Guedes, está convencido de que conseguiu dobrar o presidente Jair Bolsonaro para que apoie a recriação da CPMF, que, pela proposta do governo, virá em forma de um imposto sobre transações eletrônicas. Guedes assegura a Bolsonaro que a nova CPMF terá uma função totalmente social, o que o ajudará politicamente.

Nas conversas que vem tendo com Bolsonaro, o ministro da Economia tem apresentado uma série de programas sociais que podem ser financiados com a nova CPMF. Além de garantir a ampliação do Bolsa Família, que passará a se chamar Renda Brasil, garantirá a criação de empregos por meio da desoneração das folhas de salários.

Guedes sabe que, depois do fim do pagamento do auxílio emergencial — o governo já divulgou o calendário das parcelas extras —, o desemprego aumentará muito, um problemão para a imagem de Bolsonaro. Então, é preciso, no entender dele, criar uma rede de proteção social, que suavizará os efeitos do desemprego, melhorando a imagem do governo. (Notícia completa em https://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/com-cpmf-travestida-de-social-guedes-acredita-ter-dobrado-bolsonaro-para-apoiar-recriacao-do-imposto/)

Escreva um comentário