Cristiano Araújo fez o motorista de laranja para recomprar imóvel

0

Do Portal Notibras-O deputado Cristiano Araújo (PTB) está em maus lençóis. Um processo que tramita na esfera judicial contra o distrital pode levá-lo a perder o mandato parlamentar. Trata-se de mais uma entre outras cerca de 300 ações. Agora, porém, o parlamentar extrapolou, ao tentar ludibriar a Justiça do Trabalho.

Deputado Cristiano Araújo (PTB)
Deputado Cristiano Araújo (PTB)

A história pode ser resumida rapidamente. Cristiano Araújo teve um dos seus bens levado a leilão, por ordem da 12ª Vara do Trabalho do Distrito Federal. Tratava-se de um imóvel localizado no Centro de Atividades (CA) 5 do Lago Norte, Bloco A, unidade 604. Avaliado em 450 mil reais, o apartamento tem a matrícula 101.745. Apesar disso, foi arrematado por apenas 180 mil reais.

Até aí seria normal, porque o mercado imobiliário está em crise. Ocorre que quem comprou o apartamento, pasmem… foi o motorista do deputado.

Tudo parecia transcorrer normalmente quando chegou as mãos do juiz Carlos Alberto Oliveira Senna, a nomeação de Valdison Simão, CPF 297 309 371-98 para ocupar o cargo de natureza especial CNE-01 justamente no gabinete parlamentar do deputado Cristiano Araújo.

Em busca de provas, o juiz Carlos Alberto determinou que a Câmara Legislativa enviasse documentos comprovando a nomeação de Valdson. Isso foi feito. Está lá, na edição do Diário Oficial da Câmara Legislativa do dia 10 de janeiro de 2014. Pronto. E agora? Um laranja teria comprado por 180 mil reais e devolvido o apartamento que vale 450 mil reais ao deputado?

As investigações não pararam por aí. Também foi requisitada a declaração de renda para fins eleitorais onde o deputado declara seu patrimônio. Em outras ações, Cristiano Araújo sofreu busca e apreensão de uma lancha no valor de 1 milhão 200 mil reais e um carro BMW X6, no valor de R$ 300 mil reais. Segundo relato de um oficial de Justiça, o deputado escondeu seu patrimônio, evitando a apreensão.

 

O juiz determinou à Capitania dos Portos de Brasília que informasse o paradeiro da lancha. Não seria difícil localizar o bem, uma vez que a embarcação costuma ser vista navegando sobre as águas do Lago Paranoá.

O cerco começou a fechar. Deve sobrar também para Valdson Simão, que faz as vezes de motorista do deputado e de preposto na arrematação de ao menos um imóvel. Já foi expedida uma intimação para o motorista comparecer à 12ª Vara do Trabalho, para prestar esclarecimentos.

Nos bastidores políticos, a informação é de que danoninho terá sua vida azedada.

Supremo homologa delação de Fernando Baiano

Por Andre Richter (Agência Brasil) – O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), homologou na sexta-feira (9), a delação premiada do empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, investigado na Operação Lava Jato. Baiano está preso desde novembro do ano passado, acusado de intermediar o pagamento de propina em contratos para aluguel de navios-sonda pela Petrobras.

O conteúdo das informações prestadas aos investigadores não foi divulgado porque a delação está em segredo de Justiça. Com a assinatura da delação com o Ministério Público Federal (MPF), Soares deve receber benefícios como redução de pena e a possibilidade de ir para o regime de prisão domiciliar imediatamente. Ele citou nomes de pessoas com foro privilegiado e, por isso, o acordo foi validado pelo ministro Zavascki.

Fernando Baiano foi condenado pelo juiz federal Sergio Moro a 16 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Ele é apontado como um dos operadores do esquema de superfaturamento de contratos da Petrobras e pagamento de propina a partidos e agentes políticos.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN