Aécio: Dilma se esconde atrás de plateia e cria fantasias

0

Tucano responde à presidente, que acusou oposição de articular ‘golpismo escancarado’

Aécio Neves
Aécio Neves

Aécio disse que o discurso de Dilma, que questionou também a “moralidade” da oposição para atacar sua honra, é mais uma tentativa de manipular a realidade…

 

POR MARIA LIMA-O GLOBO – Em resposta a presidente Dilma Rousseff, que ao lado do ex-presidente Lula em discurso ontem em encontro da CUT, acusou a oposição de estar articulando um “golpismo escancarado”, o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), disse que ela usa eventos patrocinados com dinheiro público para proferir mentiras e atacar os 70% da população que querem seu afastamento.

Aécio disse que Dilma cria fantasias e não teve coragem de olhar de frente os trabalhadores e reconhecer que é o seu governo que está tirando empregos de milhares de pais e mães de família em todo país. E que é governo dela o responsável pelo crescimento da inflação, que está tirando a comida das mesas dos trabalhadores.

— Em uma plateia controlada, onde o público foi escolhido a dedo entre militantes do PT e entidades que recebem milhões do poder público, a presidente se sentiu à vontade para, mais uma vez, manipular informações e criar fantasias — rebateu Aécio Neves

Ao GLOBO, Aécio disse que o discurso de Dilma, que questionou também a “moralidade” da oposição para atacar sua honra, é mais uma tentativa de manipular a realidade.

— Em claro desrespeito à plateia, a presidente chegou a apresentar mais uma vez o Pronatec como exemplo do seu compromisso com o país. Mas a presidente se esqueceu de dizer que a oferta de novas vagas no Pronatec nesse ano caiu 57% . A dotação para o Pronatec no OGU caiu 27% neste ano, depois de ter sido elevada em 41% no ano eleitoral de 2014. A presidente parece não ter entendido o sentimento da grande maioria dos brasileiros: Ninguém aguenta mais tantas mentiras — contra-atacou Aécio.

Líderes da oposição divulgaram nota nesta quarta-feira para também rechaçar as declarações de Dilma. Os líderes Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Carlos Sampaio (PSDB-SP), Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Mendonça Filho (DEM-PE) disseram, na nota, que não reconhecem autoridade moral na presidente da República que quebrou o país para vencer as eleições e retirou mais de um milhão de empregos das famílias brasileiras e que assistiu passivamente a nossa maior empresa pública ser assaltada em benefício do seu projeto de poder. Dizem também não reconhecer autoridade moral na presidente que” leiloou” a gestão da saúde dos brasileiros em troca de “um punhado de votos” em benefício próprio.

“Faria melhor a presidente se pelo menos uma vez demonstrasse sincera humildade para reconhecer que o desemprego e a carestia que castigam milhões de brasileiros é consequência dos equívocos e irresponsabilidades de seu governo. Não reconhecemos autoridade moral na presidente que mentiu para vencer as eleições e continua mentindo para se manter no poder”, diz a nota da oposição.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN