Aprenda a montar uma boa horta dentro do apartamento

0

hortaPor G1/Globo Rural – Muita gente quer produzir pelo menos parte do próprio alimento na cidade. Será que dá para montar uma horta dentro do apartamento, em um espaço pequeno? Essa foi a dúvida do Pedro Santana Júnior, de Raul Soares, Minas Gerais. Ele quer plantar folhas e temperos em casa.

Para fazer uma boa horta, segundo o agrônomo Isamu Yokoyama, da Fundação Mokiti Okada, o primeiro passo é obter um substrato de qualidade. O produto pode ser comprado pronto ou feito em casa, a partir de três ingredientes. “Nós utilizamos para a composição desse substrato terra, material orgânico vegetal (folhas semidecompostas) e o composto vegetal.”

Para fazer esses dois tipos de composto, primeiro você precisa juntar folhas secas, que podem vir de um quintal, praça ou parque. Depois acrescente terra superficial, misture bem e borrife um pouco de água. A proporção deve ser de um terço de terra para dois terços de folhas.

Em seguida, a mistura deve ser colocada em um balde, onde começa a etapa de decomposição das folhas. “Revirar uma vez por semana para entrar um pouco de ar, para facilitar o processo de decomposição dos microorganismos”, explica o agrônomo. Em 60 dias, o material fica semidecomposto. Aos 90 dias, a mistura assume uma aparência diferente: já é um composto bem curtido.

Com os ingredientes na mão, é hora de fazer o substrato. “Tem plantas como alface, brócolis, tomate, berinjela, que eu aconselho fazer mudas antes. Nessa confecção de mudas, a proporção que vamos utilizar é dois terços do material bem decomposto para um terço de terra.”

Para fazer o substrato das mudinhas, peneire o composto bem curtido. Depois, acrescente a terra e misture tudo. “A gente pode utilizar vasinhos furados, copinhos descartáveis de café. Esse furinho é muito importante para não acumular a água.”

Na sequência, o agrônomo preenche o copinho com o substrato, faz um furo com o dedo e coloca as sementes. Feito o plantio é hora da primeira rega. “Pode-se usar um borrifador. Vai borrifando com cuidado”. É importante que as mudas tenham quatro horas de luz diariamente e irrigação uma ou duas vezes por dia.

Com sol garantido e água na medida, as plantas crescem bem durante as primeiras semanas. Quando elas atingem o porte com três ou quatro folhas, é hora de fazer a mudança para o primeiro vaso.

No vaso, o substrato deve ter uma composição diferente da do copinho. Ele leva uma parte de terra, uma parte do material semidecomposto e uma parte do composto bem curtido. Borrife um pouco de água para manter o substrato úmido e transplante a muda com cuidado para não cortar as raízes. Uma vez no vaso, a planta vai precisar de cuidados básicos: água uma ou duas vezes por dia e pelo menos quatro horas diárias de sol.

O vaso final deve ter uma boca de pelo menos 25 centímetros, para abrigar as hortaliças até o momento da colheita. Uma alternativa nessa etapa é usar floreiras, desde que tenham um bom espaço para o crescimento das plantas. (Veja o vídeo no link abaixo)

http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2015/10/aprenda-montar-uma-boa-horta-dentro-do-apartamento.html

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN