Professores e servidores da saúde decidem pela continuidade da greve

0

Não há previsão para o fim das paralisações

greve df

Apesar do anúncio do cronograma de pagamento dos reajustes aos servidores feito pelo governo de Brasília, na manhã desta sexta (23), cerca de 500 professores votaram pela continuidade da greve em assembleia realizada nesta tarde. Uma nova reunião está marca para o próximo dia 27.

Leia mais: Servidores terão reajustes pagos em 2016

Segundo o Sindicato dos Professores do DF (Sinpro-DF),  o calendário para o pagamento dos reajustes para outubro de 2016, sem retroativo, é um “descaso” e “desrespeito”  com a categoria.

Além da continuidade da greve, os professores também aprovaram outros pontos como: não acatar a decisão da Justiça em considerar a greve ilegal; rejeição à proposta de cronograma para outubro de 2016; afirmação de que as propostas são insuficientes e ato unificado para entrar com pedido de improbidade do governador Rollemberg.

Saúde

Assim como os professores, em assembleia realizada, também, na tarde desta sexta, os servidores da saúde também decidiram continuar a greve. A categoria se reuniu no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores da indústria (CNTI), na 505 Norte.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN