Petrobras renova menor valor desde 2003, e Bovespa opera em queda

0

petrobras2A Bovespa mostrava perdas no pregão desta quarta-feira (20), após trégua na véspera, na esteira de nova piora as bolsas internacionais e forte queda dos preços do petróleo. O índice é puxado pelas ações preferenciais (PETR4) da Petrobras, que renovavam seu menor valor desde 2003 ao mostrar queda acima de 8% no início desta tarde.

Também no foco dos agentes financeiros está reunião do Banco Central do Brasil,principalmente após comentário do titular da autoridade monetária, Alexandre Tombini, gerarem expectativa de alta mais gradual da taxa de juros e até estabilidade da mesma.

Às 14h10, horário de Brasília, o Ibovespa caía 2,41%, a 37.140 pontos. Veja a cotação.

O destaque fica com as ações preferenciais da Petrobras que, por volta do mesmo horário, mostravam queda de 8,15%, cotada a R$ 4,28, na esteira do declínio dos preços do petróleo e persistentes apreensões com o futuro da companhia, com riscos incluindo necessidade de capitalização.

A petroleira informou nesta quarta-feira que iniciou negociações para a venda de sua participação na companhia Petrobras Argentina.

As bolsas no exterior recuavam nesta sessão, pressionadas por novo tombo nos preços do petróleo, com as cotações em mínimas em 13 anos. O índice acionário MSCI World caía 1,26%, oscilando em níveis de 2013.

O barril de petróleo nos EUA tocou mais cedo mínima de US$ 27,32 por barril. O Instituto Americano do Petróleo (API) divulga mais tarde nesta quarta-feira suas estimativas semanais de estoques nos EUA.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN