Governo de Goiás e SEBRAE priorizam qualificação profissional

0

marconi2Do portal Goiás 247 – Para fomentar o empreendedorismo nas regiões menos desenvolvidas do Estado, o governador Marconi Perillo assinou hoje um convênio de cooperação técnica com o Sebrae-GO que prevê a capacitação de 1,4 mil trabalhadores em 93 municípios goianos. O evento, realizado no Auditório Governador Mauro Borges, do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, contou com a participação de prefeitos, além de deputados e lideranças de cooperativas.

O novo programa terá como foco melhorar a qualificação dos trabalhadores que atuam de forma cooperada ou associada no campo e na cidade e também dos beneficiários dos programas de transferência de renda, como o Renda Cidadã e Bolsa Família.

O projeto vai se concentrar nas cidades do Entorno do Distrito Federal, Nordeste, Oeste e Noroeste de Goiás. “Essa parceria demonstra nosso espírito de união. É assim que vencemos essa crise econômica”, afirmou Marconi.

Além da capacitação do público específico, o Sebrae-GO também vai ampliar sua participação no programa Ação Cidadã, que leva serviços públicos de forma itinerante ao interior. “Volto a dizer que com uma união como esta com o Sebrae temos um bom caminho andado para superar este momento tão adverso da economia brasileira, que reflete em parte as crises que vivemos no mundo, como a desaceleração da China. Estamos diante da pior crise econômica que vivemos desde a Depressão de 1929”, analisou o governador, observando que já chamou os representantes do grupo Votorantim para, na segunda-feira, discutir a situação de Niquelândia, onde houve demissão e a empresa sinaliza com a paralisação das atividades.

Explicou ainda que esse convênio de cooperação técnica para o fortalecimento da economia solidária em Goiás aposta no empreendedorismo como canal de acesso à econômica produtiva, por ser alavanca do potencial e das vocações de cada região.

“A qualificação nas regiões de baixa renda contribui para transformar a carência em um cenário de oportunidades. São ações como esta que fazem Goiás crescer acima da média nacional, mesmo em tempo de crise. Tivemos um superávit da balança comercial de 2,5 bilhões de dólares, somos um dos 5 Estados que mais geraram empregos e um dos poucos que tiveram um desempenho melhor do PIB. Vamos prosseguir nesta direção inovando, somando ideias, firmando parcerias e acreditando em nosso potencial”, frisou.

Segundo ele, o antídoto mais eficaz contra a crise é a qualificação da mão de obra, que puxa o crescimento da economia. “Estamos trabalhando duro para ter um ano melhor que ano passado, apesar da previsão de um PIB negativo do País, na ordem de 3,5% neste ano. Isto é cruel. Fico triste ao ver nossos vizinhos, Colômbia, Chile, Peru, Panamá, que fizeram o dever de casa e não descambaram para o populismo, crescendo a 3% ao ano. Enquanto nós (Brasil), Venezuela, Argentina, Bolívia patinando”, analisou.

Execução

O governo de Goiás vai promover a qualificação por meio da Secretaria da Mulher, Desenvolvimento Social, Igualdade Racial, Direitos Humanos e do Trabalho (Secretaria Cidadã). A secretária Lêda Borges explicou que o programa vai ser baseado no potencial de oportunidades e vocações locais. “A proposta é contribuir com a inclusão produtiva e a geração de novos negócios e tecnologias sociais de fomento ao emprego e à renda.”

Para ela, o programa vai contribuir para a autonomia dos trabalhadores. “Fala-se muito da chamada ‘porta de saída’ dos beneficiários dos programas de transferência de renda, ou seja, aquela condição em que a pessoa deixa de ganhar o auxílio do governo porque já atingiu a condição de se sustentar, porque conseguiu um emprego ou porque começa a trabalhar por conta própria, ainda que num pequeno negócio. Então, o que queremos é aumentar a capacidade de gestão dessas pessoas para que elas continuem a se desenvolver”, disse Lêda.

O presidente do Sebrae, Igor Montenegro, por sua vez, destacou que a implantação dessa estratégia será fundamental para grandes mudanças econômicas e sociais nos territórios em que o projeto estará presente. “Os frutos serão colhidos a curto, médio e longo prazos, com transformações perenes e fundamentais. Com mais este projeto, o Sebrae e o governo consolidam uma parceria de sucesso que se traduz em mais desenvolvimento econômico para o

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN