Lulinha cita FHC, JB, Dias, Aécio e questiona: Por que só Lula é investigado?

0

LULINHA1DO PORTAL SP 247 – Filho mais velho do ex-presidente Lula, Fábio Luís Lula da Silva saiu em defesa do pai nas redes sociais; em sua conta no Facebook, ele citou seis casos de compras de imóveis supostamente suspeitas, envolvendo a jornalista Patrícia Poeta, o senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, o senador Álvaro Dias, o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o ex-presidente Lula, que “desistiu de um apartamento no Guarujá avaliado em R$ 1,5 milhão. Segue, então, a pergunta: Por que apenas Lula é alvo da imprensa e da Lava-Jato?”, questiona. …

Ele cita seis casos de compras de imóveis supostamente suspeitas. Cita, pela ordem, com as respectivas compras, ou venda, a jornalista Patrícia Poeta, o senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, o senador Álvaro Dias, o ex-ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Por último, ele cita o ex-presidente Lula, “metalúrgico e ex-presidente – Desistiu de um apartamento no Guarujá avaliado em R$ 1,5 milhão”. Segue, então, a pergunta: “Por que apenas Lula é alvo da imprensa e da Lava-Jato?”, questiona.

O link foi postado, originalmente, no Facebook de Aninha Ornellas. Fábio Luis o compartilhou, junto com um comentário: “Gostaria de saber que metodologia a PF usa para fazer suas investigações de imóveis suspeitos”. Patrícia Poeta encabeça a lista: “comprou apartamento na Vieira Souto, Rio, por R$ 23 milhões”. Aécio Neves “tem Apt no Rio de Janeiro, de R$ 6,5 milhões, declarado com valor 60 vezes abaixo de seu preço de mercado”. Álvaro Dias “vendeu 5 casas em Brasília por R$ 16 milhões”. Joaquim Barbosa “comprou apartamento em Miami por U$ 1 milhão em nome de uma empresa de fachada”. FHC “comprou de um trensaleiro de SP um apartamento em Paris avaliado em R$ 11 milhões”.

Em outra portagem, Fábio Luis, e os irmãos Sandro Luis e Marcos Cláudio compartilharam um tweet do senador Roberto Requião (PMDB-PR). “A OAS teria assumido um edifício inteiro da Bancoop só para dar um apartamentinho de uma milha ao Lula? Ora, vão se lixar nas ostras!”, escreveu o senador em seu estilo peculiar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN