Hildo melhora atendimento à saúde, mas a demanda não para de crescer

0
Prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango: “Saúde é um setor complicado em todo o país, mas estamos no caminho certo como atesta a população que busca atendimento médico na nossa cidade. Foram mais 150 mil pessoas atendidas em 2015”.
Prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango: “Saúde é um setor complicado em todo o país, mas estamos no caminho certo como atesta a população que busca atendimento médico na nossa cidade. Foram mais 150 mil pessoas atendidas em 2015”.

Por Wilson Silvestre – Nenhuma prestação de serviço público é mais criticada no país do que a área de saúde. De norte a sul, a grita da população é unanime: faltam recursos para contratar profissionais especializados, remédios, infraestrutura… e por ai vai. Com os municípios na pindaíba, muitos prefeitos só reúnem recursos para comprar uma ou duas ambulâncias e despachar seus doentes, principalmente os mais graves para o vizinho ou a cidade com melhor assistência médica.

Este é o dilema de municípios que melhoram a cobertura de saúde aos cidadãos: a crescente demanda de pacientes de outras localidades e até de estados vizinhos. Águas Lindas de Goiás é um dos que padecem com este drama.

Vizinho de Brasília onde a saúde anda se arrastando literalmente, por conta desta crise, moradores de cidades administrativas do Distrito Federal como Ceilândia, Samambaia e Brazlândia, recorrem aos postos de saúde e hospitais de Águas Lindas.

Mesmo com este crescente contingente de pessoas procurando melhor assistência médica na cidade, o prefeito Hildo do Candango (PTB), não deixa a peteca cair. “Estamos cumprindo o que está em nosso compromisso de campanha: oferecer atendimento de qualidade às pessoas. Reconheço que estamos longe de atender 100% como o povo merece, mas já alcançamos pelo menos 70% e continuamos a perseguir a meta de 100”, diz ele.

O otimismo de Hildo é fundamentado em relatórios que recebe diariamente da Secretaria de Saúde. Só o Hospital Bom Jesus realiza mais de 500 atendimentos diários. Com plantão de três médicos durante a semana — quatro na segunda-feira —  o Bom Jesus presta um dos melhores serviços médicos da região. “Olha moço, tenho uma doença na coluna e sempre venho aqui no hospital ou no ‘postinho’ [Posto de Saúde]. Sempre sou bem atendida pelo pessoal e os médicos. Ás vezes demora um pouco pois tem muita gente vindo consultar aqui. Até de Brasília”, conta Dona Amarilda Soares, viúva, avó e moradora do bairro Jardim Vitória. Opinião compartilhada pela senhora Silvana dos Reis Pereira, uma tocantinense de Araguatins, extremo norte do estado e morando no Jardim Califórnia. “Tenho 15 anos que moro em Águas Lindas e só agora, com o prefeito Hildo [do Candango], o atendimento à saúde deu uma melhorada”.

De fato, em 2015 foram mais de 82 mil atendimentos médicos, de enfermagem e dentário realizados nas 18 unidades Estratégia Saúde da Família (ESF)  espalhados por toda a cidade. De acordo com dados da diretoria de Vigilância em Saúde e coordenação da Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde,  somando os atendimentos  no Hospital Bom Jesus, Policlínica e Caps o número passa de 150 mil.

hospitalTanto o Hospital Municipal, quanto a Policlínica e as unidades ESF registram diariamente a assistência a pacientes vindos de várias cidades incluindo o Distrito Federal.

A prefeitura tem feito um importante trabalho na reestruturação da saúde em todo o município. Duas Unidades Básicas de Saúde foram inauguradas e oferecem atendimentos médicos, odontológico, enfermagem, farmácia básica, vacinação, além de contar com Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias que realizam um importante trabalho de acompanhamento junto a comunidade.

Para ampliar as condições de trabalho aos servidores e melhorar a qualidade de atendimento oferecido aos cidadãos às unidades ESF passam por obras de reforma e ampliação, que garantirão instalações mais equipadas e maior conforto aos pacientes.

Hildo desabafa dizendo que “no passado, os críticos de nossa gestão pouco fizeram para melhorar a cidade e oferecer serviços públicos de qualidade. Governaram mais para grupos do que para a população. Sem contar os escândalos que não saiam do noticiário policial. Agora, nestes quase quatros anos de nossa gestão, além da transformação da cidade com R$ 1 bilhão em obras, Águas Lindas vive outros tempos. Resgatamos a autoestima de nossa gente que tem orgulho em viver e investir aqui”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN