Para desespero da Polícia Federal: Mistério Bolívia-Brasil

0

porto parana

Por Leandro Mazinni/Colocar na Esplanada –  A presidente Dilma decidiu ceder uma zona franca à Bolívia no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, pelo Decreto 8.661. Isso aumentou as suspeitas das autoridades policiais sobre as ações do país vizinho. … Há anos o Brasil e Bolívia têm um tratado pelo qual cargas em containers que atravessam a fronteira, desde que com um lacre da Receita Federal, não podem ser abertas e fiscalizadas pela Polícia Rodoviária em estradas brasileiras. Vindas de um país líder em produção de cocaína no mundo, há um grande risco de má fiscalização e até falsificação de selos nos transportes.

Blindagem diplomática

Para desespero da Polícia Federal, além das cargas que cruzam a fronteira, agora no terminal no porto cedido à Bolívia nada poderá ser fiscalizado. Apenas sob denúncias.

Só atrapalha

Há fortes suspeitas de autoridades brasileiras e do FBI de que a Bolívia é a maior rota de tráfico internacional de drogas e armas. O tratado com o Brasil não ajuda em nada.

Revelações

Em maio de 2014, o ex-ministro da Justiça Luiz Vásquez, e o ex-presidente Tuto Quiroga revelaram à Coluna que o narcotráfico na Bolívia movimenta US$ 12 bilhões/ano – 80% passariam pelo Brasil.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN