“Vai pra puta que o pariu”, dispara Cassio Cunha Lima em discussão com Lindberg Farias

0
Senador Cássio Cunha (PSDB-PB) bate boca com o colega Lindbergh Farias (PT-RJ). Na confusão, o também senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) chamou os petistas de  “Um bando de fanáticos” (Jefferson Rudy/Agência Senado)
Senador Cássio Cunha (PSDB-PB) bate boca com o colega Lindbergh Farias (PT-RJ). Na confusão, o também senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) chamou os petistas de “Um bando de fanáticos” (Jefferson Rudy/Agência Senado)

Por Luiz Prisco, do Portal Metrópoles – Na tarde desta segunda-feira (7/3), os ânimos pegaram fogo no plenário do Senado Federal. Ainda sob o impacto das delações do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e da condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tucanos e petistas trocaram duras ofensas. Aloysio Nunes (PSDB-SP), Cassio Cunha Lima (PSDB-PB) e Lindbergh Farias (PT-RJ) se xingaram durante a sessão.

O senador petista, ao responder à colega Ana Amélia (PP-RS), defendeu o ex-presidente Lula e atacou os políticos do PSDB. “Eu não ouvi Vossa Excelência falar do apartamento do Fernando Henrique Cardoso, que a ex-amante Míriam Dutra diz que é dele, mas que está em nome de um laranja, Jovelino Mineiro. Eu não ouvi Vossa Excelência falar aqui sobre a Brasif, uma empresa que era concessionária de aeroportos do governo federal, que pagava mensalinho para a ex-amante do Fernando Henrique Cardoso. Então, a senhora entrou numa guerra partidarizada, sem ao menos estudar as questões legais”, disse.

A provocação de Lindbergh enfureceu os senadores tucanos. “Vossa Excelência, toda vez, a pretexto de defender o presidente Lula, sempre tenta atacar membros do PSDB, como, mais uma vez, fez nesta tribuna”, retrucou Cassio Cunha Lima.

A partir daí, o tom da discussão ficou ainda mais quente. Lindbergh acusou os colegas tucanos de “fascistas” e ouviu de Aloysio Nunes (PSDB-SP): “Vocês são um bando de fanáticos”.

Irritado, Cassio Cunha Lima gritou, fora do microfone, mas para quem quisesse ouvir: “Vai pra puta que o pariu”, em resposta ao colega petista.

Ainda com os ânimos exaltados, Lindbergh acusou os tucanos de não permitem investigações e citou o ex-procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro.

“Na época do PSDB, era o ‘engavetador-geral’, o Brindeiro. Sabe o que Fernando Henrique Cardoso fez no último ano? O Geraldo Brindeiro foi o sétimo da lista. Nem entrou na lista tríplice. Ele botou…”, disparou o petista.

O senador Aloysio Nunes o chamou de mentiroso e bradou: “Fanático caluniador. Esperava um cara pintada e não um cara lavada”.

Depois do bate-boca, que durou cerca de 15 minutos, o clima ficou mais ameno em um plenário esvaziado. Como nesta segunda (7), não havia votação marcada, a intenção dos parlamentares do governo e da oposição era discutir a Lava Jato.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN