PMDB DE GOIÁS DEFENDE ROMPIMENTO COM DILMA

0

pmdb2

Em reunião comandada pelo deputado federal e presidente do PMDB goiano, Daniel Vilela, Executiva do partido decidiu encaminhar moção à cúpula nacional em que formaliza a defesa do rompimento com o governo da presidente Dilma Rousseff; os membros da Executiva estadual citam que uma “grave crise política acomete o País” e culmina em “incapacidade para a tomada de medidas que permitam o crescimento econômico do Brasil”

Goiás 247 – A Comissão Executiva do PMDB de Goiás aprovou na manhã desta segunda-feira (21) moção, a ser encaminhada para o Diretório Nacional do partido, pela ruptura da aliança político-administrativa com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). O assunto será discutido em reunião da Executiva nacional, no dia 29.

Na moção, os membros da Executiva estadual citam que uma “grave crise política acomete o País” e culmina em “incapacidade para a tomada de medidas que permitam o crescimento econômico do Brasil”.

A reunião desta manhã foi conduzida pelo presidente do PMDB Goiás, deputado federal Daniel Vilela, e contou com a presença de deputados estaduais e federais do partido. Deputados estaduais, como José Nelto e Ernesto Roller, pressionam Daniel por um posicionamento oficial.

Recentemente, ganhou destaque declaração de Daniel, que dizia não ser a favor nem contra o impeachment de Dilma.

Cargos

Indicados pelo deputado federal goiano ainda não entregaram cargos. Um deles é o ex-reitor da UFG Edward Madureira Brasil, que é secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (Secis) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Por ser petista, primeiro suplente de deputado, pode ser que continue na cota do PT ou mesmo permanecer num cada vez mais previsível governo Temer.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN