Véspera de votação do impeachment tem Esplanada fechada e 3 mil PMs

0

Hospitais terão reforço de policiamento; medidas se estendem pelo domingo.
Grupos prós e contras estão divididos por muro; veja as recomendações.

Muros são colocados em gramado em frente ao Congresso (Foto: Alexandre Bastos/G1)
Muros são colocados em gramado em frente ao
Congresso (Foto: Alexandre Bastos/G1)

Do G1 DF – A véspera da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff terá esquema especial de segurança e trânsito impedido na Esplanada dos Ministérios, neste sábado (16). Serão 3 mil PMs e 500 bombeiros. As medidas serão tomadas também no domingo (17), data da conclusão do processo na Câmara dos Deputados.

A Esplanada dos Ministérios fica fechada até domingo à noite nos dois sentidos, a partir da rodoviária do Plano Piloto. A Polícia Militar desviou o trânsito para as pistas N2 e S2, paralelas ao Eixo Monumental.

Motoristas que estacionaram em algum ministério ou em frente à Catedral têm até as 9h para retirar o veículo. Quem estacionou em local irregular terá o automóvel guinchado. Condutores que estacionaram em vaga regular só poderão pegar o carro após a liberação do trânsito, na noite de domingo.

O GDF determinou que a área em frente ao Congresso Nacional fique isolada e restrita apenas a policiais, bombeiros e militares da Força Nacional.

Metrô
O Metrô alterou o horário de funcionamento neste domingo (17) para atender manifestantes que acompanharão no centro de Brasília a votação do impeachment. O serviço será aberto quatro horas mais tarde, às 11h, e fechará às 23h. A partir das 20h, somente a estação Central (Rodoviária do Plano Piloto) ficará aberta para embarque e desembarque. Todas as 23 demais ficarão abertas apenas para desembarque.

Passageiros aguardam embarque em estação do Metrô (Foto: Rafael Nunes/Divulgação)
Passageiros aguardam embarque em estação do
Metrô (Foto: Rafael Nunes/Divulgação)

Os passageiros são orientados a comprar o bilhete antecipadamente para evitar filas. O DFTrans não anunciou esquema especial de ônibus no DF para a votação do impeachment, até a publicação deste reportagem.

Hospitais
A Secretaria de Saúde do DF informou nesta sexta-feira (15) que vai reforçar o policiamento nos hospitais de Base e da Asa Norte, que deverão ser as unidades de referência para atender eventuais casos que possam surgir nos protestos previstos para este fim de semana.

A pasta afirmou que “toda a rede de saúde estará atenta para atender os casos”, quando necessário. O atendimento de traumatologia será concentrado no Hospital de Base e o atendimento de clínica médica e oftalmologia estarão disponíveis 24 horas no Hran.

O Samu vai disponibilizar duas ambulâncias de suporte básico e uma de socorro avançado. Dois caminhões equipados para atendimento de até 150 pacientes cada um também serão liberados para emergências na Esplanada dos Ministérios.

Grades montadas em frente ao Congresso Nacional, onde manifestantes deverão ficar por ordem da Secretaria de Segurança Pública do DF (Foto: Fernando Caixeta/G1)
Grades montadas em frente ao Congresso Nacional, onde manifestantes deverão ficar por ordem da Secretaria de Segurança Pública do DF (Foto: Fernando Caixeta/G1)

Corpo de Bombeiros
O Corpo de Bombeiros, que também estará presente com quatro viaturas reguladas pelo Samu, trabalhará em quartetos durante as manifestações e circularão entre a população para prestar primeiros atendimentos e encaminhar para as viaturas. Um posto de comando integrado do Samu e do Corpo de Bombeiros ficará instalado próximo ao Congresso Nacional.

Aeroporto
A Inframerica, concessionária que administra o Aeroporto Juscelino Kubitschek, informou que asegurança do terminal será reforçada para este sábado e domingo, quando estão previstas sessões na Câmara Federal e a votação do impeachment.

o turno de trabalho dos vigias será estendido e profissionais de folga estão de sobreaviso para retorno imediado em caso de necessidade. O aeroporto espera receber 140 mil passageiros nos dois dias – em fins de semana normais, são 130 mil usuários, em média.

Orientações da PM
A Polícia Militar recomendou que manifestantes levem água ao ato e evitem transportar objetos de valor ou grande quantia de dinheiro. Fogos artifícios, máscaras, megafones e garrafas de vidro são proibidos na Esplanada.

Leia mais em: http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2016/04/vespera-de-votacao-do-impeachment-tem-esplanada-fechada-e-3-mil-pms.html

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN