Em evento acadêmico, Marconi Perillo destaca compromisso com a pesquisa e tecnologia

0
O Governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB)Foto: Portal 6
O Governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB)Foto: Portal 6

Do Diário de Goiás – Em evento que celebrou os 100 anos da Academia Brasileira de Ciências (ABC), com representantes do setor acadêmico e de pesquisa, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), destacou o compromisso de Goiás com a pesquisa e a sustentabilidade. Segundo ele, o Estado confirmou este compromisso há 10 anos, ao criar a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg).

“Esta celebração ocorre em um momento muito singular para a nossa região. É sempre importante ressaltar que o Brasil Central é responsável, hoje, pela produção de aproximadamente 50% de todo o alimento que é produzido no Brasil. Há um ano decidimos criar o Fórum de Governadores do Brasil Central. Além dos quatro estados do Centro-Oeste nós incluímos Rondônia e Tocantins, e agora já estamos incluindo outros, como Amazonas, Piauí, Maranhão. Nesse fórum temos discutido inúmeras ações que são comuns aos nossos estados, mas especialmente o tema da agricultura, da pesquisa, da ciência, da recuperação de pastagens. Nós vivenciamos uma grande revolução nessa região graças à ciência aplicada, graças à agregação de valor tecnológico”, disse Marconi Perillo.

Participaram do evento, o presidente eleito da ABC, Luiz Davidovich, além dos presidentes das Fundações de Amparo à Pesquisa, que estão reunidos desde ontem (18) em Goiânia, em seminário que discute a pesquisa na agricultura e as implicações para a sustentabilidade e a segurança alimentar global, que terá prosseguimento nesta terça-feira (19), no Castro’s Park Hotel.

Marconi afirmou que Goiás está debruçado em uma série de estudos com intuito de aproveitar mais ainda a ciência e fazer, junto à Região Centro-Oeste, uma nova revolução tecnológica com suporte da pesquisa.

Já Luiz Davidovich afirmou que a instituição necessita do insumo e da pesquisa qualificada de Goiás para avançar, e agradeceu pela disposição do governador de participar do processo de desenvolvimento da pesquisa em sustentabilidade. Os participantes do seminário farão, ao final do seminário de hoje, a “Carta de Goiânia: ciência, produção de alimentos e cidadania”, por meio da qual apresentarão a contribuição do Centro-Oeste com a pesquisa científica, tecnológica e de inovação para a produção de alimentos sustentáveis e acesso à cidadania.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN