Trecho de ciclovia inaugurada em janeiro desaba no Rio; 2 pessoas morrem

0

cicloviaDo UOL, em São Paulo – Um trecho da ciclovia Tim Maia, inaugurada em janeiro, no bairro de São Conrado, no Rio de Janeiro, desabou na manhã desta quinta-feira (21). Dois homens morreram, segundo o Corpo de Bombeiros. Buscas continuam sendo feitas por homens do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil.

O secretário de Governo da Prefeitura do Rio, Pedro Paulo, foi ao local após o acidente e disse que fortes ondas levantaram a estrutura e possivelmente causaram a queda. “Há uma ressaca forte do mar neste trecho”, disse o secretário.

Segundo ele, os Bombeiros checavam se havia mais uma pessoa no mar, informação ainda não confirmada. A princípio, não há risco de novos desabamentos, mas as equipes da prefeitura, do Corpo de Bombeiros e da Concremat, construtora responsável pela obra, estavam analisando a estrutura. Pedro Paulo afirmou estar em contato constante com o governador Francisco Dornelles.

Ouvido pelo UOL, Mauro Viegas Filho, presidente da Concremat, disse que a empresa enviou uma equipe ao local para ajudar no socorro das vítimas e vistoriar a estrutura, mas não tinha ainda nenhuma posição oficial sobre falhas que possam ter causado o acidente, apenas a informação de que ondas altas teriam empurrado a laje para cima e gerado o desabamento.

Em nota, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), disse lamentar profundamente o acidente e se solidarizar com as famílias das vítimas e com todos os cariocas neste momento. O prefeito estava em viagem para a Grécia – onde participaria, em Atenas, da cerimônia de passagem da tocha olímpica – e está voltando para o Brasil. Paes atenderá a imprensa nesta sexta (22), assim que chegar ao Brasil, o que não tem horário previsto.

“É imperdoável o que aconteceu, já determinei a apuração imediata dos fatos e estou voltando para o Brasil para acompanhar de perto” disse o prefeito, que deixou o Rio na noite de quarta (20).

Segundo a Prefeitura do Rio, técnicos do município estão desde cedo no local, trabalhando com coordenação da Secretaria Municipal de Obras. “O resultado da vistoria realizada pela Fundação Geo-Rio para apurar as causas do acidente será divulgado assim que concluído. Os reparos serão executados pela empresa responsável pela construção, sem ônus adicionais ao município, já que a ciclovia ainda está na garantia de obra. A Avenida Niemeyer permanece interditada ao tráfego e o Corpo de Bombeiros continua as buscas no local.

Trecho da ciclovia liga os bairros de São Conrado e Leblon e tem 3,9 km de extensão. (Foto: Reprodução / Globo News)
Trecho da ciclovia liga os bairros de São Conrado e Leblon e tem 3,9 km de extensão. (Foto: Reprodução / Globo News)
Ciclovia da Av. Niemeyer foi inaugurada no dia 17 de janeiro. (Foto: Reprodução / Globo news)
Ciclovia da Av. Niemeyer foi inaugurada no dia 17 de janeiro. (Foto: Reprodução / Globo news)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN