Itamar garante que os desafios econômicos serão superados e Formosa voltará a crescer

0
Prefeito de Formosa, Itamar Barreto: “O povo não é bobo e sabe que nossa gestão não tem maquiagem, mentiras e corrupção”
Prefeito de Formosa, Itamar Barreto: “O povo não é bobo e sabe que nossa gestão não tem maquiagem, mentiras e corrupção”

Por Wilson Silvestre – Faltando cinco meses e uns dias para a disputa eleitoral, muitos pré-candidatos já montaram suas chapas e definiram nominata de vereadores. Para os prefeitos que buscam a reeleição, mesmo com o cenário adverso em que passa o país, acreditam que, superada a crise,  podem realizar o tão sonhado canteiro de obras em seus municípios. Em alguns casos, mesmo com todo esforço empreendido para reequilibrar as finanças, cortando gastos com pessoal, fornecedores e enxugando a máquina pública ao máximo, ainda falta muito para se fazer.

Na região do Entorno de Brasília, prefeitos que buscam a reeleição como em Águas Lindas, Hildo do Candango – deve deixar o PTB e migrar para o PSDB –, Planaltina, Elis Reis de Freitas (PTC), Padre Bernardo,  [Claudiênio] Francisco de Moura Teixeira (PSDB) e Formosa, Itamar Barreto (PSD) acreditam que o eleitor e os cidadãos de um modo geral, compreendem o esforço de suas gestões para atender demandas.

O Blog conversou com Itamar Barreto querendo saber por que ele vai disputar a reeleição num momento tão difícil para os prefeitos. “Quando a gente entra na vida pública, o foco passa a ser as pessoas, sua cidade e o bem estar de todos. Ao longo desses anos, fui aprendendo com os erros a ser mais tolerante e compreender melhor a natureza humana, principalmente o cidadão”. Itamar lembra que temos um histórico no inconsciente coletivo de que o “o poder público pode tudo”. Para ele, este tem sido o maior desafio para prefeitos, governadores e presidente: atender demandas crescentes com recursos cada vez escassos.

“Teoricamente, até mesmo os municípios ricos padecem da falta de recursos para suprir a crescente necessidade por infraestrutura, prestação de serviços como saúde, assistência social e segurança alimentar. Os investimentos despencaram ao nível zero nesses municípios, imagine se em Formosa seria diferente. Mesmo assim avançamos muito, considerando o déficit que encontramos na prefeitura”.

O prefeito e pré-candidato a reeleição reforça seus argumentos dizendo o quanto investiu em obras, aquisição de máquinas e veículos, “mas creio que os principais legados conquistados pela população na minha gestão, são regularização fundiária, municipalização do licenciamento ambiental, revisão do plano diretor e Cadastro Técnico Multifinalitário (CTM) [Explicação do blog: CTM é o sistema de registro que representa a estrutura urbana permitindo agilidade e diversidade no fornecimento de dados para diferentes funções, inclusive o de planejamento urbano]. Nossos esforços têm sido superar os desafios econômicos, preparando Formosa para voltar a crescer”.

Itamar tem dado toda transparência na gestão mostrando aos cidadãos, que os poucos recursos conseguidos, são canalizados para despesas obrigatórias na saúde, limpeza, coleta de lixo iluminação e folha salarial. “Desafio meus adversários e críticos oportunistas a fazer melhor com o que dispomos de recursos. Eles vendem ilusão às pessoas mais humildes sem nenhum pudor, prometendo aquilo que nunca vão entregar. Mas, o povo não é bobo. Sabe que nossa gestão não tem maquiagem, mentiras e corrupção. O que é possível fazer a prefeitura faz, menos fabricar recursos e aumentar o rombo orçamentário”.

Escassez de recursos e compromissos deixados por gestões anteriores, tem sido o calcanhar de Aquiles da gestão Itamar. Ele não comenta ou tece críticas públicas aos antecessores, mas a população já está formando consciência de que qualquer um que estivesse no lugar dele, teria colocado a boca no trombone.  Esta atitude em olhar para frente ao invés de ficar mirando o retrovisor da história, tem conquistado o respeito de aliados e até adversários. A avaliação é de que Itamar não está “morto politicamente” e pode surpreender os que “andam de salto alto Luiz XV”.

“Nomes de oposição trombeteiam pelas ruas e nas redes sociais que o Itamar já perdeu a eleição. Perdeu como, se o jogo ainda nem começou”? Pergunta o secretário de Governo e Articulação, Luiz Antônio um dos secretários que mais conhece os passos de Itamar. Para ele, a oposição esquece duas regras básicas em política: subestimar o adversário e comemorar vitória antes do resultado das urnas. De fato, arrogância e vaidade não combinam no ambiente político. Muitos perderam a eleição por conta disso. “Até o resultado final da disputa, muita água vai passar debaixo da ponte. Temos uma boa coligação, nominata de vereadores puxadores de voto e continuamos articulações visando consolidar recursos. Nossos opositores só fazem críticas e nada para construir”, conclui Luiz Antônio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN