FORMOSA] Sem aliados e apoios, Rodrigo Natividade (PRB) continua falando sozinho

0
Pré-candidato dele mesmo, Rodrigo Natividade (PRB) deve olhar para o espelho e perguntar: “Espelho meu, existe alguém mais solitário de aliados do que eu?”
Pré-candidato dele mesmo, Rodrigo Natividade (PRB) deve olhar para o espelho e perguntar: “Espelho meu, existe alguém mais solitário de aliados do que eu?”

Por Wilson Silvestre – Disputa eleitoral em qualquer nível não é nada fácil, imagine para prefeito num momento conturbado em que passa o país. Soma-se às incertezas econômicas, a falência dos municípios brasileiros. Para enfrentar uma tarefa dessas, tem que estar preparado tecnicamente, contar com um grande apoio político e da sociedade.

Em Formosa, um solitário pré-candidato a prefeito bate bumbo nas redes sociais insinuando que é ‘o cara’ talhado para a tarefa. Trata-se do ex-secretário de administração da prefeitura, Rodrigo Natividade (PRB). Seria mais do que legítimo sua postulação, se ele tivesse o mínimo de chances e contasse com um grupo apoiando a ideia e suas teses sobre gestão pública.

Uma disputa eleitoral numa cidade com mais de 110 mil habitantes como Formosa, o mínimo exigido é que o pré-candidato tenha apoio de vereadores, lideranças comunitárias e pelo menos uns três partidos. Não é o caso de Rodrigo. Sua liderança política anda tão desidratada que nenhum dos 17 secretários do município – ex-colegas de gestão – até hoje não levantaram um dedo para apoiá-lo na empreitada. Na base política do prefeito Itamar Barreto (PSD), também não houve nenhuma manifestação de que Rodrigo pode empunhar a bandeira do grupo.

O blog ouviu dois vereadores que deram a seguinte interpretação ao gesto de Rodrigo: “Ele é muito vaidoso, participa de todos os eventos sociais da cidade onde suas amizades circulam, portanto um lugar ideal para destilar seu discurso. Amigos devem ter paciência para ouvir e sinalizar que ele é um grande estadista”, conclui irônico. O outro vereador acredita que Rodrigo viu a possibilidade de obter o sinal verde de Itamar em suas pretensões, por isso força a barra. Mas em política as coisas não acontecem como num passe de mágica. “O grupo quer garantias de que o projeto é viável e, honestamente, não vejo consistência eleitoral no Rodrigo para enfrentar nosso oponente”. Os vereadores pediram anonimato para não criar problemas na base do prefeito.

Se ele insistir na sua cruzada solitária, logo será conhecido como Rodrigo ‘Inatividade’, o homem de muitos sorrisos e zero voto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN