Aeroportos: norma de segurança mais rigorosa começa a valer em todo o País

0

No Brasil, regras são normatizadas, pela Anac, pelo Regulamento Brasileiro da Aviação Civil número 107, regra que dispõe sobre a segurança da aviação

Marco Ambrosio/Estadão Conteúdo - 18/07/2016 Longas filas se formam em todo saguao do Aeroporto de Congonhas, nesse primeiro dia das novas regras da ANAC Fonte: Último Segundo - iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2016-07-18/aeroportos-norma-de-seguranca-rigorosa-brasil.html
Marco Ambrosio/Estadão Conteúdo – 18/07/2016
Longas filas se formam em todo saguao do Aeroporto de Congonhas, nesse primeiro dia das novas regras da ANAC

Por iG São Paulo – A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou que todo passageiro de voo doméstico, incluindo crianças, pode passar por revista física feita por um agente do mesmo sexo. O exame poderá ser feito de forma aleatória em local público ou reservado, a decisão fica a critério do passageiro e dos agentes de segurança, e com a presença de uma testemunha. Se o passageiro se recusar, o embarque no voo poderá ser proibido. As novas normas de segurança começaram a ser adotada a partir desta segunda-feira (18).

Os notebooks e outros dispositivos eletrônicos também devem obrigatoriamente ser tirados de malas e mochilas. As bagagens de mão podem ser abertas e inspecionadas no momento da passagem pela máquina de raio X nos aerportos.

A orientação da Anac é para que os clientes de voos domésticos que cheguem ao aeroporto mais cedo, com pelo menos uma hora e meia ou duas horas de antecedência e, no caso de voos internacionais, com três horas de antecedência.

Leia mais: Governo brasileiro pedirá reforço no policiamento de aeroportos após atentados

No Brasil, as norms de segurança são normatizadas, segundo a Anac, pelo Regulamento Brasileiro da Aviação Civil número 107, regra que dispõe sobre a segurança da aviação civil.

Veja aqui outras medidas da Anac que começam a valer a partir desta segunda-feira aqui.

Aeroportos de São Paulo

Segundo a GRU Airport, empresa que administra o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, não houve filas grandes nem atrasos por causa das mudanças. Às 10 horas, o movimento era considerado “tranquilo”.

No Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo, não houve atrasos ou problemas, conforme a Infraero.

Aeroportos de Brasília e Rio de Janeiro

No Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, na capital federal, e no Aeroporto Santos Dumont, na região central do Rio de Janeiro, o embarque de passageiros não foi afetado, informou a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Voos internacionais

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) “os procedimentos de embarque para os voos internacionais seguem inalterados em relação aos já praticados atualmente, e a antecedência recomendada de apresentação para fazer o check-in é de três horas contadas do momento da saída do voo”.

*Com Agência Brasil e AE

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN