CRISTALINA] PSDB e PP são estranhos no ninho de Daniel, o ex do Sindicato

0
Patriarca e líder do PSDB de Cristalina, João Fachinello (ao fundo) com o filho Joãozinho, provável herdeiro político da família, mesmo que o irmão, vereador Bernardo (PP) seja reeleito. Caso Daniel vença a eleição, a tendência é manter os Fachinello sob rédea curta, levando-os ao ostracismo. Caso isso aconteça, Joãozinho tem mais energia e fôlego para construir um projeto para 2020
Patriarca e líder do PSDB de Cristalina, João Fachinello (ao fundo) com o filho Joãozinho, provável herdeiro político da família, mesmo que o irmão, vereador Bernardo (PP) seja reeleito. Caso Daniel vença a eleição, a tendência é manter os Fachinello sob rédea curta, levando-os ao ostracismo. Caso isso aconteça, Joãozinho tem mais energia e fôlego para construir um projeto para 2020

Por Wilson Silvestre  – Ao sair com a faca entre os dentes após a indicação de Maks Louzada para disputar a vaga de prefeito pelo PSD, o patriarca dos Fachinello e vice-prefeito, João Fachinello decretou o isolamento político do PSDB. Tentou voo solo não conseguiu e acabou negociando mal uma aliança com o PSB do candidato de oposição Daniel (agora ex do Sindicato). Seria normal em política se não fosse por um detalhe: até recentemente, os Fachinello eram tratados pela turma de oposição como ‘um mal a ser evitado’. Tanto é verdade que Daniel entrou com uma representação judicial contra o vereador e presidente do PP em Cristalina, Bernardo Fachinello por uma publicação apócrifa atribuída a Bernardo insinuando que Daniel estava envolvido numa das ações da Lava Jato.

Agora trocam juram de fidelidade, mesmo Bernardo tendo sido multado pela justiça em R$ 10 mil pela publicação. O fato é que João Fachinello, homem horado e defensor apaixonado do governo Marconi Perillo, deu um passo para minguar ainda mais o PSDB em Cristalina. Quando apoiava o governo municia atual gestão, o vereador Bernardo era o algoz de Daniel na Câmara, tamanha a defesa que fazia do governo de Luiz Attié (PSD). O que mudou? A resposta só pode ser definida como ambição. Daniel e sua turma não esconde que buscam o poder pelo poder e fará tudo para alcançar esse objetivo. Caso consiga, será a maior caça às bruxas que Cristalina já presenciou nesses 100 de sua existência. Todos estão com gosto de sangue na boca, prometendo fazer uma devassa na gestão do prefeito Luiz Attié e aliados. Portanto, por mais ‘bonzinho’ que pareça Daniel é bom os Fachinello pensar no futuro, afinal eles deram muito trabalho aos agora ‘aliados’. Eles não têm por hábito cultivar bondade e perdão.

Comenta-se nos bastidores que a situação dos Fachinello no ambiente do 40 é constrangedora. Até o patriarca João Fachinello está desmotivado para subir no palco de Daniel. O PSB tem consciência desta sai justa, mas faz cara de paisagem pois os Fachinello são um ‘mal necessário’. Outra preocupação deles é que o clima está ficando insustentável. O núcleo ‘duro’ da campanha de Daniel e Luiz Henrique sabe disso. A coisa está tão casa da sogra que já existem especulações sobre secretariado e os Fachinello, se quiserem, terão que se contentar com as migalhas debaixo da mesa. Para quem é vice-prefeito e a até bem pouco tempo era prefeito interino, será um melancólico ocaso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN