CRISTALINA] Edu do Povão, um “vice danado de ajeitado”

0
Candidato a prefeito de Cristalina, Maks Louzada e o vice de Edu Martini: “Honestidade e dedicação aos cristalinense será a nossa marca na prefeitura”
Candidato a prefeito de Cristalina, Maks Louzada e o vice de Edu Martini: “Honestidade e dedicação aos cristalinense será a nossa marca na prefeitura”

Por Wilson Silvestre – A escolha de vice sempre é uma decisão de última hora ou, quando muito, um cargo para ser ocupado por alguém que não vai dar trabalho ao candidato cabeça de chapa. No caso do candidato a vice-prefeito da coligação ‘Cristalina Sustentável’, Edu Martini (PTB) a união com Maks Louzada (PSD), pode ser classificada como uma dupla de sucesso, parecida a algumas do sertanejo pop. Até a sonoridade das músicas de campanha são harmoniosas quando se refere a ‘Maks & Edu’. Os dois estão com um discurso afinadíssimo, sendo que Edu faz a primeira voz levantando a plateia com seu jeito simples, descontraído, bem-humorado e Maks, complementa com a segunda voz, disciplinada e harmonizando o discurso. No dizer de um morador do bairro Lustosa no comício do dia 8 passado, “Esse vice é danado de ajeitado, sô”!

Edu Martini tem mais tempo de estrada política do que Maks e contribui com sua experiência, mas com estilo diferente quase no outro extremo, ambos chegam ao resultado final com a mesma resposta: sabem comunicar com a população de Cristalina. Isso fica evidente nas adesões cada vez maior na participação de pessoas nos comícios da coligação ‘Cristalina Sustentável’. “Acredito que minha contribuição à nossa campanha está fundamentada na experiência que tive como candidato a prefeito na eleição passada, no meu relacionamento com os variados segmentos da sociedade cristalinense e no meu jeito simples de comunicar com as pessoas”, diz Edu.

Para o candidato a vice, a “prioridade minha e do Maks é ouvir as pessoas, não só determinados segmentos que tem facilidade em estar com a gente, mas sobretudo as pessoas mais humildes, moradoras de bairros, assentamentos e distritos. Estas sim, temos que ouvir e dar respostas às suas demandas quando formos eleitos”. Edu garante que ele e Maks não vão ficar trancados em gabinetes, ouvindo só os técnicos em gestão que, em sua maioria, são frios e só veem números. “Nós vamos continuar conversando com o povo, olhando olho no olho, dando respostas às indagações e transmitindo a mesma confiança que passamos agora durante nossa campanha”, garante.

De acordo com Edu, o fato de ser o vice não vai impedir sua atuação junto ao povo porque em qualquer função que esteja, tanto pública ou empresarial ele vai continuar a manter contato com a população. “Qualquer um de nós pode ajudar o município de Cristalina com ou sem mandato. No exercício do poder os canais de ajuda dos governos estadual e federal são mais acessíveis do que os do município. Cristalina então, ao contrário que muita gente fala, sobra muito pouco para investimentos onde o orçamento sempre é muito aquém das demandas. Por isso que a experiência do Maks, a minha e de empresários como o Zucatto, Sabadin, Cabo Mendes e tantos outros que estão conosco nesta campanha, será de suma importância na aplicação de recursos”.

RECADO AOS ADVERSÁRIOS: Homem agregador, bem-humorado e acessível, Edu transmite confiança aos cidadãos e não esconde seu entusiasmo pela chapa encabeçada pelo Maks. “Cada dia que passa, me convenço de que nossas propostas são as melhores e que vamos, junto com o povo, derrotar os laranjas e laranjinha”. Edu sustenta sua convicção nos aliados que estão subindo no palanque da coligação ‘Cristalina Sustentável’. “Obrigado pelo seu apoio Antônio Zucatto por acreditar em nossas propostas. Você como um dos maiores empreendedores do agronegócio em Cristalina e também grande pagador de impostos individual, assim como o Maks e eu, ama esta cidade e sua gente. Você está ajudando na luta para que as conquistas do povo de Cristalina continuem”. Edu comemora também a vinda para o palanque do empresário supermercadista e homem voltado para as causas sociais, Cabo Mendes. Outro empresário do setor de serviços que avaliza as ações de Maks e Edu é Olivino Sabadin proprietário do posto que leva seu sobrenome.

Edu não poupa críticas aos adversários e faz um desafio aos ‘laranjas e laranjinha’ para mostrarem suas contribuições ao desenvolvimento de Cristalina. “Há 30 anos em que vivo em Cristalina, nunca deixei de incentivar o desenvolvimento do município, principalmente na cidade, por isso afirmo: eles podem juntar a turma toda, incluindo os quase 100 candidatos a vereadores que, tudo que eles pagaram em tributos durante suas vidas, não chega perto do que pago individualmente para a prefeitura em um ano. São quase R$ 300 mil entre ISS e ITBI por ano. Então, posso dizer com orgulho que contribuo com os investimentos da prefeitura na melhoria da qualidade de vida do cristalinense”.

O desabafo mais contundente de Edu foi dizer que Daniel, quando dirigente do Sindicato Rural, foi omisso com os produtores quando foram multados pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado. “Ele não soube defender os produtos ignorando os prazos para recorrer e o resultado é estarmos pagando por essa omissão. Eu recebi duas multas de R$ 180 mil pelos pivôs. Então pergunto: este cidadão tem capacidade para gerir uma prefeitura como a de Cristalina”?

A desconfiança de Edu é fundamentada no comportamento tímido e inseguro do candidato Daniel [ex do Sindicato]. “Ele se expressa mal e vai ser dominado pelos outros. Conheço o time que anda com ele. Eles só querem sugar a prefeitura, diferente do Maks e eu que temos propostas não o poder pelo poder, mas para continuar os avanços conquistados pela gestão do [prefeito] Luiz Attié”.  Edu disse que mira no exemplo do ex-prefeito Augusto Peixoto, gestor do município em 1970-73 que, ao deixar a prefeitura, teve que vender sua casa por não ter dinheiro para nada. “Este é o homem público que vou ter como exemplo. Quero seguir os passos dele como referência de integridade, honestidade e dedicação aos cristalinense”.

Edu tem sinalizado publicamente como será sua atuação ao lado Maks: franco, transparente e focado em fazer o melhor governo de Cristalina. “Leve para casa este pedido: vamos decidir pelo 55. Dê ao Maks e eu um voto de confiança pois vocês não vão se decepcionar. Ajude-nos a conquistar os 32% de indecisos que ainda existem no município. Vocês são formadores de opinião, converse com seus amigos, vizinhos e digam a eles que em 02 de outubro, somos Maks, somos Edu, somos mais Cristalina”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN