VALPARAÍSO] Palmelina Lopes, vereadora com DNA político e coragem para mudar

0
Candidata a vereadora em Valparaíso, Palmelina Lopes (entre a candidata a vice, Ângela Pessoa e o candidato a prefeito, Afrânio Pimentel): “Minha plataforma colaborativa é por igualde profissional e respeito entre mulheres e homens, direito à moradia, educação e segurança”
Candidata a vereadora em Valparaíso, Palmelina Lopes : “Minha plataforma colaborativa é por igualdade profissional e respeito entre mulheres e homens, direito à moradia, educação e segurança”

Por Wilson Silvestre – A candidata a vereadora em Valparaíso, Palmelina Lopes (PMB) é uma daquelas mulheres que tem DNA político no sangue. Desde jovem milita na política partidária, mas só agora, com incentivo do marido, Dr. Adolfo Lopes, um veterano e calejado nos empates partidários, entrou na disputa para uma vaga na Câmara de Vereadores.

Mulher inteligente, antenada com a política de Valparaíso, inquieta e corajosa na defesa de suas ideias, promete fazer a diferença no parlamento municipal. ”Minha plataforma básica é a luta por igualdade de direitos entre homens e mulheres, não só constitucionais, mas na oportunidade de empregos, respeito à opinião e na valorização profissional. A mulher tornou-se uma força de trabalho importante para as famílias e ao país, portanto, é justo ter direito iguais e não só deveres”, resume Palmelina.

Madrugadora, não raro ter acordado depois das 5 horas da manhã e ir ao encontro das pessoas simples, trabalhadoras nos pontos de ônibus. “Nestas mais de duas décadas morando em Valparaíso, pude ter o privilégio de conviver com as principais lideranças políticas da cidade, mas o que me orgulha é minha convivência com gente simples, moradoras de bairros distantes que, em sua maioria, são esquecidos pelos políticos tradicionais. Este é meu diferencial. Manter uma permanente sintonia com as demandas das pessoas”.

Para a candidata a vereadora do PMB, Afrânio Pimentel, prefeito e Ângela Pessoa vice, Valparaíso vai sair da estagnação política e administrativa em que vive. “Conheço os dois e sei da capacidade de ambos em trabalhar pela nossa gente, por isso estou com eles”. Palmelina disse que amadureceu a ideia de se candidatar incentiva por mulheres nos mais variados segmentos sociais de Valparaíso e, claro, o marido Adolfo Lopes. “Acredito na transformação da sociedade e nos avanços administrativos por meio da representação política. Este é o único caminho democrático e plural para quebrar os vícios da política e expurgar os maus gestores da vida pública. A Câmara de Vereadores é a linha de frente entre a comunidade e o poder executivo por isso, eleita vou honrar cada voto em depositado. Jesus é a minha luz e minha bússola”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN