PESQUISAS/ENTORNO] Hildo do Candango, Marcelo Melo e Sônia Chaves a um passo da vitória

0
Hildo do Candango: resgate da autoestima da população com a cidade e obras estruturantes na conquista da liderança
Hildo do Candango: resgate da autoestima da população com a cidade e obras estruturantes na conquista da liderança

Por Wilson Silvestre – Na disputa para prefeito em 2012, o PSDB foi varrido de prefeituras importantes como Luziânia, Valparaíso e Novo Gama, cidades ícones e estratégicas para o governador Marconi Perillo na região. Agora, depois de articulações do próprio Marconi e o deputado federal Célio Silveira (PSDB), Luziânia e Novo Gama são favas contadas a retornar ao controle tucano. No caso de Águas Lindas, as apostas são a de que o atual prefeito, Hildo do Candango que deixou o PTB e migrou para o PSDB, seja eleito com folga. Ele tem mais de 50% de vantagem em relação ao segundo lugar.

Na última pesquisa realizada pelo Dados Pesquisa Consultoria e Marketing, entre os dias 24 e 25 de setembro, em Águas Lindas e registrada no TSE sob o protocolo GO-01177/2016, aponta Hildo do Candango da coligação “No Caminho do Desenvolvimento” composta por PSDB / PTB / PV / PTN / PSB / PHS / PSC / PSDC / PMN / PRB / PSD / SD, contabiliza 38,83% na intenção de votos, seguido por Túlio Santillo (DEM) com 15,09%, Ênio Tatico (PMDB) 14,08% e o ex-prefeito Geraldo Messias (PTC) 8,45%. Os eleitores que dizem não votar em nenhum dos candidatos, somam 22,23% e os que não sabem / Não opinou, 1,22%. Foram entrevistados 416 eleitores com uma margem de erro de 4,8% e nível de confiança em 95%

O OCASO DE CRISTÓVÃO – A máxima de quem em política ganha quem erra menos continua valendo para o prefeito de Luziânia e candidato à reeleição, mesmo impugnado, Cristóvão Tormin (PSD). Ele emergiu em 2012 como uma promessa política na renovação das lideranças no Entorno. Eleito com uma coligação de 17 partidos e ostentando a marca de ter derrotado um ícone da política regional, Célio Silveira (PSDB), Cristóvão tinha tudo para se firmar como uma liderança promissora em Goiás. Mas, a vaidade e a imaturidade política em não cumprir acordos assumidos com aliados, levou-o ao cadafalso culminando com a desastrada operação “tudo por um vice”, onde sua coligação “Luziânia no Caminho Certo” foi impugnada por irregularidade no registro da ata de convenção.

Na segunda-feira (26/9), a juíza da 139ª Zona Eleitoral de Luziânia, Flávia Morais Nagato após julgar recurso da chapa encabeçada pelo PSD, com o apoio de PTB, PRB, PSDC, PDT, PMN, PV, PCDOB, PT, PSB, PEN, PSC, PPS e PROS, negou o recurso. Com isso, Cristóvão continua sob judice limitando sua chance em ter contabilizado seus votos na urna. Um fim de mandato melancólico e frustrante para às pessoas que acreditavam em sua capacidade de liderança. Caso o Supremo afaste definitivamente Cristóvão da disputa, será o ocaso de um líder que tinha tudo para subir ao pódium da política goiana.

LEGENDA Marcelo Melo: confiança, seriedade, e propostas consistentes de governo conquistaram o eleitor
Marcelo Melo: confiança, seriedade, e propostas consistentes de governo conquistaram o eleitor

Na contramão do calvário político de Cristóvão, o candidato a prefeito de Luziânia, Marcelo Melo da coligação “Luziânia de Verdade” que tem PMDB / PP / PSL / REDE / PTN / PPS / DEM / PRTB / PHS / PMB / SD / PT do B / PPL / PSDB / PTC / PR / PRP, segue firme rumo à vitória conforme pesquisa divulgada em 14/9 pelo Dados Pesquisa Consultoria e Marketing, registrada no TSE sob o protocolo GO-00459/2016. Foram ouvidos 1.900 eleitores em todas as regiões de Luziânia sendo que a margem de erro é de 2,22 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%. Marcelo lidera com 42,79 % da preferência dos eleitores, seguido por Cristóvão com 27,23% das intenções de votos.

Sônia Chaves: carisma, humildade, determinação e um programa de governo voltado para o desenvolvimento da cidade
Sônia Chaves: carisma, humildade, determinação e um programa de governo voltado para o desenvolvimento da cidade

SÔNIA CHAVES, CORAÇÃO VALENTE – A candidata a prefeita de Novo Gama, Sônia Chaves (PSDB), carrega no currículo três paixões: a família, Novo Gama e o trabalho. Sua história é pontilhada no mapa de conquistas políticas e gestora como uma mulher de “coração valente”, determinada e incansável na busca de resultados, principalmente quando se trata de demandas da população de sua cidade. “Mesmo com o descrédito dos cidadãos com a maioria dos políticos brasileiros, graças a Deus sou recebida com muito carinho onde chego. Tem pessoas que me abordam e dizem não votarem em mim, explicando que tem compromissos familiar assumidos com outro candidato, mas ressaltam a admiração ao meu trabalho como parlamentar ou por ter sido uma boa prefeita. Isso é impagável nos dias de hoje e serve como parâmetro em minhas ações, quer como gestora ou política”, resume.

Para especialistas em marketing político e cientistas sociais, pessoas com as características da ex-deputada estadual, carregam o carisma e capacidade de trabalho estampados na face. Não carecem de truques para comunicar-se com os cidadãos e, em especial, o eleitor. Esta é uma das razões que explica a preferência dos cidadãos ao nome de Sônia, prefeita. A última pesquisa realizada pelo Exata Opinião Pública, registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) sob o número 07968/2016, aponta Sônia da coligação “Avança Novo Gama”, composta pelos partidos PMB / PMN / PSDB / PMDB / PC do B / PSD / PHS / PTB / PTN / PTC / PSL / PDT liderando com 51,3% e em segundo lugar, Alan do Sacolão (PRB) da coligação “Um Novo Gama Melhor” composta pelos partidos PRB / PSB / PSC / PT do B / PSDC / PRP / PPS / PV / PEN / SD / REDE / PR / DEM com 12,3% na intenção de votos. Indecisos somam 12,3%, nulos 9,7% e o candidato Chico Viana (Psol) não pontuou nenhum voto. Prevalecendo estes resultados das pesquisas, Hildo do Candango (Águas Lindas), Marcelo Melo (Luziânia) e Sônia Chaves (Novo Gama) podem encomendar a roupa da posse em janeiro de 2017.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN