CRISTALINA] Fator João Fachinello na articulação para presidência da Câmara de Vereadores

0
Presidente do PSDB de Cristalina, João Fachinello deve influir no processo de articulação para eleger o presidente da Câmara
Presidente do PSDB de Cristalina, João Fachinello deve influir no processo de articulação para eleger o presidente da Câmara

Por Wilson Silvestre – A eleição para Mesa Diretora da Câmara Municipal de Cristalina começa a assanhar o apetite de muitos vereadores. Embora o nome de Marquinho Abrão (PRP), o mais bem votado circule como favorito, existe uma preocupação no grupo de Daniel em eleger alguém afinado com o pensamento do executivo. Até prova em contrário, Marquinho tem histórico de ser mais independente – como dever ser – em relação ao executivo. Mas o problema do PSB é que só tem um vereador, Marcelo da Saúde. Mesmo que Daniel quisesse, seria complicado montar uma estratégia para eleger um ‘cristão novo’. O prefeito começaria o governo desgastado com a Câmara.

Outro fator importante no xadrez político para escolha do novo presidente é o vice-prefeito João Fachinello (PSDB). Ele apoiou Daniel, é influente junto a cúpula do partido e bom articulador, portanto não contentaria em ter apenas uma secretaria. Pela sua importância estratégica na coligação, vai influir no processo e articular o nome de seu filho, vereador Bernardo (PP) para presidir a mesa. Bernardo é experiente e tem bom trânsito junto ao senador Wilder Morais, presidente do diretório estadual. Soma-se a isso, o fato de ter boa interlocução com os colegas, tantos os reeleitos quanto os novatos, principalmente no PSD.

Marquinho tem articulado bastante, mas sabe que pode ser surpreendido pelo poder de barganha do executivo, por isso ele mantém voto de silêncio público sobre suas pretensões. Não quer despertar o apetite de poder do grupo de Daniel. Outro ponto de ebulição é a saladas de siglas que Daniel terá que acomodar em seu governo. Vai ter gente sobrando e de cara amarrada.

Por enquanto a temperatura nos bastidores está sobre controle, mas se João Fachinello entrar em cena, muita coisa pode mudar. Os vereadores eleitos e reeleitos perceberam que, além do executivo,  eles também tem poder e arregimentam forças para garantir um naco de poder na mesa diretora. Para este tipo de eleição, não existe fronteira partidária, mas sim interesses políticos tanto da situação como de oposição. João Fachinello sabe bem disso e pode embaralhar o jogo de forças na Câmara.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN