ZAZ TRAZ DA NOTÍCIA] Fraga, o amigo de sempre

0

03Por Wilson Silvestre – Pode-se não gostar do deputado Alberto Fraga (DEM) e nem compartilhar suas ideias, mas ele tem uma virtude que poucos homens públicos exercitam: lealdade. Nestes tempos sombrios, principalmente para quem vive pela política, sempre é bom olhar para os lados, já que não temos mais a camisa de força ideológica do PT e perceber que, mesmo sendo rude algumas vezes, Fraga (foto) não vai entrar para a história pela porta dos fundos.

O blog resgatou duas respostas numa entrevista concedida ao ‘Correio Braziliense’, em julho de 2010, no auge do escândalo que envolveu o então governador José Roberto Arruda, que retrata sua coerência política. Enquanto todos os aliados de Arruda fugiam dele como o Diabo da cruz, Fraga permaneceu fiel. Confiram as resposta às perguntas do repórter:

O senhor mantém contato com o ex-governador José Roberto Arruda? – Mantenho e não desejo o que ele passou nem para o meu pior inimigo. O homem errou, mas o governador nunca errou. Ele deixou um legado de grandes obras para a população. Se ele chegou ao ponto de ter 82% de aprovação, é porque fez um bom trabalho. Agora, o ato praticado por ele, como foi dito pelo próprio (presidente) Lula, foi o caixa dois, praticado por 99% dos políticos.

Qual foi o maior erro dele? – Não ter se explicado de imediato (após a Operação Caixa de Pandora). Até hoje tem gente que pensa que ele recebeu aquele dinheiro das imagens enquanto era governador. E aquelas imagens são de 2006. Isso são coisas do passado, que não quero voltar a comentar, mas não é porque ele cometeu aqueles erros que eu ia deixar de falar com ele ou fingir que não o conheço.

Na atual quadra de agruras em que atravessam os políticos, tem muitos deles que evitam até velório com receio de serem apedrejados. Este não é o caso do deputado federal, Alberto Fraga.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN