ZAZ TRAZ DA NOTÍCIA] Sandra Faraj pode ser sacrificada

0

02Por Wilson Silestre – O episódio envolvendo a deputada distrital Sandra Faraj (SD), pode ter um desfecho semelhante à cassação de Raad Massouh no final de outubro de 2013, à época deputado distrital do PPL. Raad foi ejetado do cargo e dos direitos políticos devido à pressão da opinião pública, verberada pelo o então poderoso PT. Os colegas parlamentares optaram pela forma mais cruel: sacrificar um dos seus para salvar a manada.

Ao dar prazo de 72 horas para Sandra comprovar que pagou os R$ 174 mil a empresa Netpub, a Mesa Diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal sinaliza que não haverá recuo. A distrital tem até sexta-feira (10) para apresentar o recibo, caso não cumpra a determinação, o cenário será a abertura de processo. Sem sinal de fumaça anunciando socorro do Palácio do Buriti e os colegas fugindo do desgaste junto à opinião pública, só um milagre – não da Igreja Ministério da Fé – para salvar o mandato da deputada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN