LUZIÂNIA] Cristóvão defende educação e cultura como essenciais na formação do cidadão do amanhã

0

Público estimado em mais de 700 pessoas na abertura do V Conluz no Centro de Convenções e Cultura de Luziânia

Por Wilson Silvestre – Reconhecido como um homem determinado e obstinado na busca de objetivos que visam uma Luziânia cada vez melhor, o prefeito Cristóvão Tormin (PSD) se desdobra em busca de recursos para que o município tenha ensino de qualidade e segurança para as pessoas. Além de saneamento básico, asfalto, geração de empregos e moradia. Mas, duas prioridades consomem boa parte de sua agenda: educação e saúde.

Sem protelar demandas ou perder o controle financeiro da gestão, Cristóvão mostra que sabe caminhar sobre o terreno movediço da política e da crise econômica que atravessa o país. Na quarta-feira (22), ele pode constatar mais uma vez que suas prioridades administrativas estão no rumo certo. Mais de 700 pessoas compareceram ao Centro de Convenções de Luziânia para a abertura oficial do V Congresso de Literatura Infanto-Juvenil de Luziânia (Conluz). Evento que reúne educadores, escritores, pais e alunos do ensino básico. Este ano, a premiada escritora Stella Maris Rezende foi a homenageada. Autora de dezenas de livros publicados, muitos deles traduzidos e dona de quatro prêmios Jabuti, o mais importante prêmio concedido a escritores no Brasil.

Idealizado pela Prefeitura de Luziânia desde 2013, o festival tem como tema este ano, frase do escritor Monteiro Lobato (1882-1948): ‘Um país se faz com livros e homens’. Nos três dias do evento (22, 23 e 24), o Centro de Cultura e Convenções quase 2 mil pessoas, principalmente jovens e adolescentes acompanhados pelos país.

Para o prefeito Cristóvão, “Este é o maior evento de literatura da região do entorno do DF, e temos muito orgulho disso. Levar às crianças, à comunidade escolar e à população em geral, literatura, palestras e oficinas é investimento no nosso futuro e de Luziânia. A literatura é alimento para a alma”. O prefeito frisou que mesmo com as dificuldades em que passa nosso país, “aqui em nossa cidade temos trabalhado com os pés no chão, focado no planejamento com ações importantes visando beneficiar não um, dois ou meia dúzia de pessoas, mas a coletividade”.

Público estimado em mais de 700 pessoas na abertura do V Conluz no Centro de Convenções e Cultura de Luziânia
Público estimado em mais de 700 pessoas na abertura do V Conluz no Centro de Convenções e Cultura de Luziânia

No encerramento de sua fala a uma plateia atenta, Cristóvão agradeceu a todos os envolvidos na realização do Congresso, secretaria de educação, diretores de escolas, mestres, servidores e os escritores participantes. “Na pessoa do [escritor] Maurício Leite agradeço a todos vocês, principalmente aqueles que amam a literatura. O Conluz era um sonho e hoje, uma realidade que veio para ficar. Tenho certeza que o prefeito que me suceder, outro secretário que ocupar a pasta de educação e diretor de departamento, não terão coragem de interromper o Conluz. Este congresso veio para fazer história no município de Luziânia e ser referência no estado e no país. Educação e cultura formam cidadãos do amanhã mais qualificados, produtivos e compromissados com o país”.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN