FERNANDO KREBS] Um templário na luta contra a corrupção e moralização dos costumes políticos

0
Promotor de Justiça do Ministério Público de Goiás, Fernando Krebs: coragem e inteligência a serviço do cidadão na moralização dos costumes políticos (Reprodução Twitter)
Promotor de Justiça do Ministério Público de Goiás, Fernando Krebs: coragem e inteligência a serviço do cidadão na moralização dos costumes políticos (Reprodução Twitter)

Por Wilson Silvestre – Segundo a psicanalise, todos nós temos no inconsciente uma reação de amor e ódio conjugados a alguma coisa. Pode ser o desejo por bem material, ascensão na carreira profissional e conquista afetiva que, quando confrontado ou impedido por alguém, passa do sonho à frustração e, dependendo dos valores e conceitos do indivíduo, ódio mortal. Como o tema é complexo e só especialistas tem conhecimento científico e acadêmico para explicá-lo, o blog toma como referência apenas para ilustrar uma atuação sacerdócio do promotor de justiça do Ministério Público de Goiás, Fernando Krebs.

Defensor intransigente dos interesse do cidadão e um ferrenho paladino contra a corrupção, Krebs desperta admiração, respeito, raiva e tremor aos donos do poder. Pode-se não concordar com seu estilo templário, mas que ele é atuante, corajoso e legalista até os adversários reconhecem. Ninguém fica indiferente ao seu trabalho profissional. Krebs é duro no combate à corrupção e defesa dos interesses cidadãos. Para ele, os limites da lei não pode ser subjugado pelos poderosos do momento.

Fiel às suas convicções, mais uma vez bate de frente com uma prerrogativa cara aos políticos: escolha de conselheiros para os tribunais de contas estaduais e municipais. Em vídeo que circula nas redes sociais, principalmente na sua página pessoal, Krebs pede apoio para o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 329, de autoria do deputado federal Francisco Praciano (PT-AM), propondo alterar a “forma de composição dos Tribunais de Contas”. Ou seja, o critério deixa de ser político e passa ser por capacidade técnica.

Uma senhora encrenca para ‘os donos do poder da vez’. O blog reproduz o convite do promotor de Justiça de Goiás Fernando Krebs para apoiar em apoio à PEC 329: “Esta delação da Odebrecht e outras que virão estão mostrando como estamos sendo governados. Para permitir isso tudo, os tribunais de contas tiveram papel fundamental. Eles controlam todas as contas, todas as informações, os gastos da união, dos estado e dos municípios. Se eles realmente funcionassem e não fossem apenas tribunais ‘de fazem de contas’, mas fiscalizassem efetivamente, nada disso estaria ocorrendo. Mas, por que ocorre? Porque a cúpula desses tribunais, a maior parte delas – dois terço de seus membros –, são escolhidos politicamente. Nós precisamos acabar com isso e fazer com eles sejam escolhidos tecnicamente. Por isso eu apoio e peço seu apoio para a emenda à PEC 329 que vai acabar com esta farra nos tribunais de contas e fazer com eles sejam realmente órgãos de fiscalização”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN