GOIÂNIA] Após agressão a manifestante, PM passará por processo de “correção de rumos”, diz secretário

0
Secretário de Segurança Pública de Goiás, Ricardo Balestreri : “Polícia tem o direito democrático de fazer uso da força, mas dentro de padrões de racionalidade e de proporcionalidade”. (Jota Eurípedes)
Secretário de Segurança Pública de Goiás, Ricardo Balestreri : “Polícia tem o direito democrático de fazer uso da força, mas dentro de padrões de racionalidade e de proporcionalidade”. (Jota Eurípedes)

Por Bruna Aidar (Jornal Opção) – O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP), Ricardo Balestreri, anunciou, nesta terça-feira (2/5), que a Polícia Militar passará por um processo de “correção de rumos” depois das duas últimas polêmicas envolvendo a corporação: a agressão do estudante Matheus Ferreira durante manifestação na última sexta-feira (28/4) e a morte do adolescente Roberto Campos, de 16 anos, durante invasão policial à sua casa.

Segundo Balestreri, este é um momento de tristeza não só para a família das vítimas, como também para a secretaria e ele próprio, pelo seu histórico de vida dedicado “à construção de uma segurança pública técnica, científica, racional e com uso seletivo da força”. Para o secretário, foi justamente a falta de padrões na ação policial que levou aos episódios.

“Polícia tem o direito democrático de fazer uso da força, mas dentro de padrões de racionalidade e de proporcionalidade”, defendeu ele. “Queremos uma polícia rigorosa, mas dentro dos limites da ética, da moralidade e da legalidade. Essa é uma luta da vida inteira e será também aqui no governo de Goiás.” (Leia mais em http://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/apos-agressao-manifestante-pm-go-passara-por-processo-de-correcao-de-rumos-93274/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN