DISPUTA FEDERAL] Lêda Borges deve dividir votos do Entorno com Célio Silveira

0
Deputada estadual Lêda Borges mira vaga na Câmara Federal e com isso, pode tirar votos do colega de partido Célio Silveira que deve buscar a reeleição. Lêda tem como trunfo a conquista da prefeitura – com seu apoio irrestrito – pelo afilhado político, Pábio Mossoró
Deputada estadual Lêda Borges mira vaga na Câmara Federal e com isso, pode tirar votos do colega de partido Célio Silveira que deve buscar a reeleição. Lêda tem como trunfo a conquista da prefeitura – com seu apoio irrestrito – pelo afilhado político, Pábio Mossoró

Por Wilson Silvestre – Para os políticos não existem crises que possam barrar seus objetivos. Mesmo com o país pegando fogo, todos miram o degrau seguinte que se aproxima ainda mais do poder. Não importa a sigla partidária, a meta final é o Congresso e, se possível, a cadeira de presidente.

Como qualquer declaração política de suas intenções pode provocar adversários, afastar possíveis aliados ou até mesmo se indispor com a legislação, a estratégia é se mover como lobo na neve: silenciosamente. Esta tem sido a tática da experiente política e líder absoluta em Valparaíso, deputada licenciada e super secretária de Cidadania do Governo de Goiás, Lêda Borges (PSDB).

Todas as vezes em que foi abordada sobre seu futuro político, Lêda esquivava-se com o argumento de “é muito cedo para definir”. Noutras oportunidades alegava que seu futuro político seria o que o “governador Marconi [Perillo] determinar”. Pelas entrelinhas percebe-se Marconi deu ‘sinal verde’ para Lêda alçar voo rumo à Câmara Federal.

O arranjo agora é acomodar os interesses de Célio Silveira no Entorno. Votos para eleger dois deputados federais existem de sobra, mas sem canibalizar outros postulantes da base como o deputado federal, Thiago Peixoto que tem atuado firme na região, principalmente Luziânia e Novo Gama.

A turma de Lêda alega que Célio Silveira tem uma ampla base fora da Região Metropolitana de Brasília (Rembra), portanto “existe espaço para todos”. Se de fato especulações neste sentido prosperarem, como tudo indica, Lêda tem uma carta decisiva no jogo: o prefeito de Valparaíso e afilhado político Pábio Mossoró (PSDB). Sua gestão está tipo ‘olho no olho dos adversários’ e o primeiro que piscar perde, mas é a vitrine de Lêda. Por esta razão Lêda não desgruda de Pábio, segundo dizem para ‘evitar acidentes políticos administrativos’ daqui a 2018.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN