Presidente nacional da OAB diz que que o “Estado não se cansa de colocar os brasileiros contra a parede”

0
Presidente nacional da OAB nacional, Claudio Lamachia: “A sociedade brasileira é onerada com uma das mais altas cargas tributárias do mundo sem ter, em contrapartida, acesso a serviços públicos de qualidade
Presidente nacional da OAB nacional, Claudio Lamachia: “A sociedade brasileira é onerada com uma das mais altas cargas tributárias do mundo sem ter, em contrapartida, acesso a serviços públicos de qualidade

Por Portal OAB – O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, fez uma crítica enfática à possibilidade de o governo promover um aumento de impostos para reforçar seu caixa. Lamachia reagiu às notícias divulgadas pela imprensa de que o presidente da República, Michel Temer, estaria na iminência de anunciar o aumento da carga tributária. Ao analisar a questão, o presidente nacional da Ordem fez questão de destacar que a falta de recursos que agora é usada como justificativa para a alta de impostos não representou obstáculo para a liberação de verbas por atacado em ritmo frenético quando da apreciação da denúncia contra o presidente da República na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.

“Os recursos que agora parecem faltar, não foram problema para a farta distribuição de verbas para atender às emendas parlamentares dos deputados”, disse Lamachia, que lembrou não ser esta a primeira vez que o governo ensaia uma alta de impostos. “Mais uma vez o governo acena com a possibilidade de aumento de impostos, onerando ainda mais o já combalido bolso dos cidadãos. A mão pesada do Estado não se cansa de colocar os brasileiros contra a parede, mesmo que isso signifique dissipar ainda mais a renda familiar por meio de aumento ou criação de impostos”, afirmou ele.

Segundo o presidente da Ordem, governo deve pensar “em gastar melhor a enorme quantidade de tributos que já arrecadada”. Ele destacou que um aumento de impostos se torna ainda mais revoltante quando o cidadão repara a baixa qualidade ou inexistência das contrapartidas oferecidas pelo governo. “A sociedade brasileira é onerada com uma das mais altas cargas tributárias do mundo sem ter, em contrapartida, acesso a serviços públicos de qualidade, como saúde, segurança e educação. Em vez de tirar mais recursos dos cidadãos, o governo deveria pensar em gastar melhor a enorme quantidade de tributos que já arrecadada, combatendo males como a corrupção e a ineficiência do Estado”, declarou o presidente nacional da OAB.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN