EFEITO ROTAM] Parceria José Eliton e Cristóvão Tormin resgata confiança do cidadão no combate à violência

0
Vice-governador de Goiás, José Eliton e o prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin: protagonistas no resgate da segurança pública no Entorno
Vice-governador de Goiás, José Eliton e o prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin: protagonistas no resgate da segurança pública no Entorno

Por Wilson Silvestre – Balanço do Governo de Goiás divulgado na segunda-feira (16), por meio da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sspap, mostra queda nos índices de violência em Luziânia e no Entorno de Brasília. Para alcançar este resultado, dois personagens se empenharam para que fosse instalado em Luziânia o Batalhão Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam): vice-governador José Eliton (PSDB) e o prefeito Cristóvão Tormin (PSD). Ambos foram protagonistas no resgate da segurança tantas vezes cobrado pela população, mas que nunca saia do papel.

No ano passado, o persistente e determinado Cristóvão bateu à porta do então secretário da Sspap, José Eliton pedindo prioridade emergencial para a segurança pública em Luziânia e Entorno de Brasília. O prefeito só deixou José Eliton em paz, quando obteve dele e do governador Marconi Perillo, compromisso que que teria reforço policial no combate à violência em Luziânia e região. Em fevereiro deste ano, a ofensiva política de Cristóvão foi reconhecida pelo governador Marconi Perillo e o vice, José Eliton. Juntos, eles anunciaram que Luziânia sediaria uma unidade da Rotam.

Numa rápida leitura política, Marconi e Zé Eliton sinalizaram que o prefeito Cristóvão é uma liderança importante, não só em Luziânia mas também no Entorno. Se o prefeito não tivesse peso no contexto das lideranças da região, a unidade da Rotam poderia ter sido instalada em Valparaíso, Novo Gama ou Cidade Ocidental.

Outro fator determinante foi que, mesmo em meio à crise de escassez de recursos do país, estado e o do município, Cristóvão prontificou-se em ser parceiro do governo. Concretizado os trâmites burocráticos, o prefeito fez sua parte do acordo. Reformou a estrutura do galpão no Jardim Ingá, onde hoje está instalado a Rotam, colocou mobiliário, fiação elétrica, troca de lâmpadas e alojamentos.

A notícia de que os índices de violência diminuíram, tem um simbolismo que extrapola a gestão: a retomada da credibilidade dos cidadãos nas ações do poder público. Outra constatação é que o prefeito governa focado na qualidade de vida das pessoas e não só nos interesses de grupos. Esta dinâmica na gestão para resolver demandas urgentes da população, tem vencido os arautos da desesperança, sem meio-termo e nem espaço para contestação dos adversários juramentados.

Como disse o presidente dos EUA, John Kennedy numa coletiva de imprensa em 1961: “A vitória tem mil pais, mas a derrota é órfã”. Cristóvão sabe que se não tivesse “persistido para trazer a Rotam para Luziânia, estariam jogando pedra em mim, mas Deus ajudou e conseguimos vencer outras regiões do estado que reivindicavam a instalação desta importante unidade policial no Jardim Ingá”, disse o prefeito ao blog. Para o vice-governador José Eliton, um municipalista convicto este é um compromisso assumido no ano passado com a região e resgatado em tempo recorde. 

Para o Comandante do Policiamento da Capital, Tenente Coronel Ricardo Rocha “a doutrina da Rotam se manterá firme no Entorno do DF. A produtividade operacional dos nossos policiais militares tem sido o diferencial para a redução dos crimes na região de Luziânia e municípios circunvizinhos. Vamos continuar implacáveis no combate aos criminosos na região. A Rotam é diferenciada e o seu foco mostrar resultados”, avaliou Rocha. A unidade instalada no Jardim Ingá – maior bairro de Luziânia com mais de 100 mil habitantes –, é subordinada ao Comando de Policiamento da Capital (CPC).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN