Apoiado por quase 90% dos prefeitos da região, Hildo do Candango deve ser o vice de José Eliton

0
Prefeito de Águas Lindas (esquerda), Hildo do Candango entra na cotação de favorito para ocupar a vice do pré-candidato ao Governo de Goiás, José Eliton. (Reprodução Facebook)
Prefeito de Águas Lindas (esquerda), Hildo do Candango entra na cotação de favorito para ocupar a vice do pré-candidato ao Governo de Goiás, José Eliton. (Reprodução Facebook)

Por Wilson Silvestre – O pré-candidato ao governo de Goiás, José Eliton (PSDB) tem focado suas atenções à Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride/DF), mais precisamente nos municípios que fazem divisa com Brasília. Dentre eles, o de Águas Lindas comandado pelo prefeito e presidente da Associação dos Municípios Adjacente a Brasília (Amab), Hildo do Candango.

Com 90% de apoio declarado dos 20 municípios da Ride, principalmente os que fazem divisa com o Distrito Federal, especulações dos últimos dias apontam que Hildo pode deixar o PSDB e fazer o caminho de volta ao PTB, partido que ele deixou há quase dois anos. Esta engenharia política está sendo costurada pelo presidente do PTB em Goiás, deputado federal Jovair Arantes.

Tudo indica que na próxima semana Hildo conversa com o governador Marconi Perillo para discutir a proposta. Se ele der sinal positivo, os 800 mil eleitores dos 20 municípios da Ride terão um representante na chapa majoritária do PSDB. Batido o martelo, a primeira dama, Aleandra Sousa apontada como favorita na disputa para deputada estadual, indicaria outro nome do grupo. Esta composição afastaria qualquer crítica sobre concentração de poder do prefeito.

Quando o vice-governador José Eliton foi indicado para disputar o governo, lideranças do Entorno de Brasília articularam um nome para fazer parte da chapa. A primeira opção foi da deputada estadual licenciada e secretaria de Cidadania, Lêda Borges seguida pelo deputado federal Célio Silveira, ambos do PSDB. Com o passar dos dias, foram perdendo forças devido serem do mesmo partido do vice. Outro nome citado foi o do prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin (PSD), mas também não vingou.

O assunto estava em banho maria até recentemente, no entanto, com as constantes visitas do vice-governador na região, o assunto voltou com força tendo o nome de Hildo sendo citado como o favorito. Dois fatores contribuíram para a quase unanimidade dos prefeitos apoiarem Hildo: seu ‘firewall político’ construído em Águas Lindas, onde mantém seu grupo unido e sua capacidade de liderança em defesa dos municípios da Ride.

Hildo é tido como um político moderno, desprovido de vaidade e arrogância, focado na gestão e em cumprir acordos, tanto com seus aliados quanto com os 39.746 eleitores que o reelegeram. Esta proteção aos princípios fundamentais de honestidade, gestão transparente e boas práticas de governança, ultrapassaram as fronteiras dos municípios que integram a Ride, transformando Hildo do Candango numa respeitada liderança em Goiás.

Desde 1986 quando Joaquim Roriz foi eleito vice-governador na chapa vitoriosa de Henrique Santillo, o Entorno de Brasília nunca mais teve um representante da região na chapa majoritária. Agora, o habilidoso Hildo já teria conversado com sua base sobre a hipótese, sinalizando que, caso seja concretizada a indicação, muda o cenário em Águas Lindas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN