DITO & OUVIDO] Para manter a base unida, Marconi Perillo pode disputar vaga de deputado federal

0
Governador de Goiás, Marconi Perillo pode abrir mão em disputar o Senado para candidatar-se a deputado federal.Com este gesto de estadista resolveria o problema da base em acomodar os senadores Lúcia Vânia (PSB), Wilder Moraes (PP) e Vilmar Rocha PSD no barco tucano.
Governador de Goiás, Marconi Perillo pode abrir mão em disputar o Senado para candidatar-se a deputado federal.Com este gesto de estadista resolveria o problema da base em acomodar os senadores Lúcia Vânia (PSB), Wilder Moraes (PP) e Vilmar Rocha PSD no barco tucano.

Por Wilson Silvestre – No lançamento do programa Internet para Todos na quarta-feira (27), entre conjecturas sobre a eleição de 2018, uma delas despertou a atenção do blog: o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) pode disputar vaga de deputado federal. A tese é interessante pois acomodaria o PSD na chapa, Lúcia Vânia (PSB) e o senador Wilder Moraes (PP).

VOTAÇÃO RECORDE

De acordo com a tese, Marconi teria mais de 1 milhão de votos podendo eleger com as ‘sobras’, mais dois deputados. Com uma votação superlativa, chegaria à Câmara Federal como estrela, podendo articular a disputa para presidência da Câmara, posto que ele teria dificuldades no Senado. “No Senado ele seria mais um ex-governador eleito, não importa se com 2 milhões de votos ou com o mínimo necessário. Disputar a presidência da casa então, seria penoso”, observou um prefeito presente no lançamento do programa Internet Para Todos.

RECUAR PARA GANHAR

Outra fonte ouvida pelo blog e que conhece bem os passos de Marconi, garante que o governador é um estadista e não teria constrangimento em candidatar-se deputado federal. “Marconi está focado em manter a base unida, eleger Zé Eliton e defender seu legado administrativo. Concluída a disputa eleitoral, entra na sua agenda o projeto nacional”, garante a fonte.

TODOS QUEREM O SENADO

O que não faltam são especulações e teorias. Quem defende a candidatura de Marconi para deputado federal, argumenta que a disputa para o Senado, mesmo com duas vagas, Lúcia Vânia (PSB), Wilder Moraes (PP) – ambos buscando reeleição –, Vilmar Rocha (PSD), Jorge Kajuru (PRP) e, dependendo do desfecho no Senado, Demóstenes Torres (PTB). Todos tiram votos de Marconi. Sem computar os adversários.

MÍDIA NACIONAL ESPONTÂNEA

Numa conversa descontraída entre um prefeito próximo à Capital Goiânia e um atento pré-candidato a deputado estadual da base Marconista, o prefeito fez a seguinte observação: “O governador teria, além da maior votação proporcional do país, mídia nacional espontânea e visibilidade dentro do Congresso”. Só falta combinar com ele.

PSDB BUSCA UM PUXADOR DE VOTOS

Prevalecendo esta tese, resolveria o problema do PSDB para ter um puxador de votos. De acordo com nota postada pelo portal digital do Jornal Opção no sábado (23), os tucanos só tem três nomes competitivos para deputado federal: Giuseppe Vecci, Jean Carlo e Tayrone di Martino. Embora o Jornal Opção tenha levantado a possibilidade dos deputados federal, Célio Silveira e Fábio Sousa deixarem os tucanos, pelo menos o deputado Célio garantiu ao blog que “está muito bem no partido”. A conferir.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN