PP precisa de políticos como Alexandre Baldy e Wilder Morais para resgatar imagem manchada pela Lava Jato

0
Senador Wilder Morais e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy dão credibilidade ao Progressistas na era pós Lava Jato que atingiu mais de 30 integrantes da legenda, incluindo o presidente nacional, senador Ciro Nogueira
Senador Wilder Morais e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy dão credibilidade ao Progressistas na era pós Lava Jato que atingiu mais de 30 integrantes da legenda, incluindo o presidente nacional, senador Ciro Nogueira

Por Wilson Silvestre – O mandachuva do PP nacional (agora Progressistas), senador Ciro Nogueira (PI) movimenta as peças do tabuleiro político para, a partir de 2019, a legenda chegar mais robusta no Congresso. Além disso, ‘limpar’ a mancha negra deixada pela Operação Lava Jato e ampliar a influência nas decisões nacional. O senador também ‘pega carona’ no noticiário positivo, reforçando sua liderança no Piauí contrapondo adversários na caminhada para a reeleição ao Senado.

Com contrato firmado para ingressar no Progressistas, o deputado federal por Goiás, Alexandre Baldy (por enquanto sem partido) e ministro das Cidades, é um dos trunfos do senador Ciro Nogueira com as bênçãos do presidente Michel Temer (MDB), no reforço para aprovar as reformas. Baldy faz dupla com o presidente do Progressistas em Goiás, senador Wilder Morais, ambos da base do Governador Marconi Perillo (PSDB). Os dois dão uma nova roupagem ao Progressistas e deve abrir portas para novas lideranças, não só em Goiás, mas em todo o país.

O blog apurou que o senador Ciro Nogueira está “muito feliz com a filiação de Baldy e sua capacidade de articulação política e trabalho”. De fato o jovem ministro das Cidades tem cumprido uma extensa agenda, considerando que a maioria dos colegas de governo estão em recesso desde o Natal. Nesta sexta-feira (5/1), Baldy e o presidente da Caixa Econômica, Gilberto Occhi desembarcam no Piauí tendo como cicerone Ciro Nogueira para visitar os municípios de Floriano, Oeiras, Teresina e Parnaíba. Eles vão anunciar vários investimentos nestas cidades “que vão além dos R$ 30 milhões em emendas de minha autoria”, de acordo com o senador.

Tanto o senador Wilder Morais quanto Alexandre Baldy vão buscar a reeleição. Fala-se numa remota hipótese que Baldy pode disputar o Governo de Goiás. Esta especulação é improvável devido o curto tempo para organizar uma campanha ao governo num curto espaço de tempo. Baldy deve disputar mesmo a reeleição para deputado federal. Eles sabem que em Brasília, se não tiver mandato nasce capim da porta. Ninguém bate à porta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN