Vice-prefeita de Luziânia, Professora Edna e o deputado estadual Diego Sorgatto estão no radar do PP

0
Vice-prefeita de Luziânia, Professora Edna, atualmente no PROS afina a prosa sobre ir para Progressistas, antigo PP. O deputado federal e ministro das Cidades, Alexandre Baldy no centro, deve oxigenar o partido caso se filie em março
Vice-prefeita de Luziânia, Professora Edna, atualmente no PROS afina a prosa sobre ir para Progressistas, antigo PP. O deputado federal e ministro das Cidades, Alexandre Baldy no centro, deve oxigenar o partido caso se filie em março

Por Wilson Silvestre – A iminente ida do deputado federal e ministro das Cidades, Alexandre Baldy para o Progressistas (ex-PP), começa a assanhar muitas lideranças no estado, principalmente no Entorno do Distrito Federal. Depois da visita recente de Baldy ao escritório político da vice-prefeita de Luziânia, Professora Edna [Aparecida Alves dos Santos], do PROS, especulações fervilham entre seus aliados e lideranças da região. Todos apostam que ela deve migrar para o Progressistas assim que Baldy se filiar.

Prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato e o deputado estadual, Diergo Sorgatto, ambos do PSB também estariam no radar do Progressistas
Prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato e o deputado estadual, Diergo Sorgatto, ambos do PSB também estariam no radar do Progressistas

Outro que os bastidores político da região comenta é que o deputado estadual, Diego Sorgatto (PSB) está com “um pé na porta do Progressistas”. Segundo a bolsa de apostas, ele teria mais chances de reeleição dentro em outra legenda. Diego vive às turras com o prefeito Cristóvão Tormin (PSD) e precisa de uma legenda que amplie sua base. O problema é que, se ele for para o Progressistas, a Professora Edna deve recuar. Quem não deve estar nada satisfeito com este movimento da vice, é o prefeito Cristóvão Tormin. Ele prepara seu secretário de Desenvolvimento Urbano, Wilde Cambão para disputar vaga de deputado estadual pelo PSD.

Outro nome que esteve nas conversas, não com tanta veemência como a da Professora Edna é o do prefeito de Cristalina, Daniel [do Sindicato] Vaz Sabino (PSB), mas esfriou por conta da “lealdade de Daniel com a senadora Lúcia Vânia e o compromisso em apoiar o presidente da Faeg, José Mário Schreiner a deputado federal. Mudar de partido agora, dificultaria este projeto e poderia complicar seu futuro político. Pessoas ligadas ao prefeito negam que ele sequer está sabendo destas especulações. “O foco do Daniel é a gestão em Cristalina. Apoios e articulações políticas só em abril”, garante um aliado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN