Com veto da Justiça, Temer pede que Cristiane Brasil desista de ministério

0
Líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes esteve com o presidente Michel Temer discutindo um outro nome do partido para substituir Cristiane Brasil (Reprodução TRE-GO)
Líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes esteve com o presidente Michel Temer discutindo um outro nome do partido para substituir Cristiane Brasil (Reprodução TRE-GO)

Por Afonso Benites (El País) – Poucos minutos após o Tribunal Regional Federal da 2ª Região manter a suspensão da posse da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) no cargo de ministra do Trabalho, o presidente Michel Temer (MDB) se reuniu com a parlamentar no Palácio do Planalto e pediu que ela desistisse de assumir o cargo. Temer não quer se ver obrigado a desconvidá-la para a função e nem quer gerar uma crise com o PTB, partido de sua base aliada que possui 16 deputados e dois senadores. Desde que o também deputado petebista Ronaldo Nogueira apresentou sua carta de exoneração do ministério, no fim de 2017, as idas e vindas em busca de seu substituto tem tomado o tempo do presidente e geram uma pequena crise em pleno recesso parlamentar, algo incomum na política brasileira.

Apesar de pedir para que Cristiane Brasil desista de se tornar ministra, o Governo deverá solicitar que a Advocacia Geral da União recorra da decisão ao Supremo Tribunal Federal. Paralelamente, estuda outros nomes do PTB que poderiam assumir a função. O líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes, também esteve no encontro com Temer. Após a reunião, ele disse que o partido não tem outros nomes para indicar para o ministério e que a posse da deputada está suspensa até uma definição final do Judiciário sobre o assunto. (Mais em https://brasil.elpais.com/brasil)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN