CRISTALINA] Daniel do Sindicato priorizou educação e saúde em 2017, agora chegou a vez da infraestrutura

0
Prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato e o vice, Luiz Henrique acompanhado de vereadores e auxiliares, comemoram no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, assinatura do convênio Goiás na Frente
Prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato e o vice, Luiz Henrique acompanhado de vereadores e auxiliares, comemoram no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, assinatura do convênio Goiás na Frente

Por Wilson Silvestre – Passado a turbulência do primeiro ano de mandato em meio a escassez de recursos, prefeitura negativada junto aos governos estadual e federal, portanto sem condições de celebrar convênios, agora o prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato (PSB) pode investir. “Nossa prioridade absoluta no início do mandato foi cuidar das pessoas, investido na saúde, educação e no resgate do crédito da prefeitura”, disse Daniel ao blog na quarta-feira (7) em Goiânia.

O prefeito pode comemorar porque no ano passado, mesmo tendo recebido apoio por meio de emendas parlamentares de deputados e senadores, principalmente da presidente do PSB em Goiás, Lúcia Vânia, sem o cadastro positivo da prefeitura não tinha como receber estes recursos. “Corremos atrás, indo a Goiânia e Brasília todas as semanas. Após muito trabalho, conseguimos renegociar as dívidas do município, sendo a mais emblemática, a do Funcristal”, conta Daniel.

Sem ter meios para atender demandas da população reprimidas por anos, Daniel teve que cuidar primeiro da saúde que estava à beira do caos, em seguida, ampliar a rede de proteção social por meio de parcerias com entidades assistenciais. “Penso que governar é priorizar as pessoas que não tem a quem recorrer, a não ser o poder público. Foi o que fizemos, embora num primeiro momento muita gente estivesse clamando, com razão, por infraestrutura como saneamento básico, moradia, asfalto e segurança. No entanto, optamos por focar em saúde, área fundamental para a população de um modo geral. Nada é mais valioso do que a vida”, conta Daniel.

A escolha pode não ter agradado uma parcela pequena da população, mas sob o ponto de vista de gestão responsável, saúde é prioridade, seguida da educação e segurança. Mesmo sob bombardeio dos que querem um guarda na porta de suas casas, um funcionário público como serviçal para atender suas carências de cidadão a tempo e a hora, a gestão Daniel do Sindicato e seu vice, Luiz Henrique pulou de 10.

A saúde melhorou e muito, mesmo tendo pessoas que reclamam por não ter suas demandas atendidas a tempo como gostariam. Mas, dependendo da complexidade do diagnóstico, são encaminhadas para Brasília ou Goiânia, onde existem especialidades que não tem na região.

Quanto a educação, Daniel priorizou o atendimento nas escolas rural e na cidade. Reformou prédios e melhorou a qualidade da merenda escolar. Outro mérito da gestão foi o investimento no ensino superior para alunos sem condições de arcar com os custos da mensalidade e transporte até a faculdade. São 460 bolsas universitária ao custo mensal de R$ 75 mil. Isto é investir na qualificação dos jovens, formando profissionais do amanhã, tão importantes ao desenvolvimento econômico e social de Cristalina. Se Daniel não tivesse preocupação com as pessoas, estes jovens teriam no mínimo interrompido seus estudos.

Prefeito Daniel do Sindicato, presidente da Câmara de Vereadores, Marquinho Abrão e o novo comandante da Companhia da PM em Cristalina, Major Albernaz: ajuda do município vai incorporar mais 28 policiais na segurança pública
Prefeito Daniel do Sindicato, presidente da Câmara de Vereadores, Marquinho Abrão e o novo comandante da Companhia da PM em Cristalina, Major Albernaz: ajuda do município vai incorporar mais 28 policiais na segurança pública

Outra área que Daniel tem investido muito é a segurança pública. Mesmo sendo uma atribuição do governo estadual, são investidos R$ 250 mil mensais distribuídos entre manutenção de viaturas da Guarda Municipal, banco de horas dos policiais militar, alojamento e alimentação para a formação de 28 praças da Policia Militar que serão integrados ao policiamento.

O aluguel onde estão alojados os futuros praças da PM, está sendo pago pelo Conselho Municipal de Segurança (Comseg), por meio de convênio firmado com a prefeitura no valor mensal de R$ 25 mil. Este convênio garante a alimentação dos alunos e, no início, a prefeitura repassou R$ 15 mil para material de expediente para o curso.

Pode parecer pouco, mas representa muito em comparação ao passado recente. Hoje, além de ampliação no policiamento ostensivo, Daniel injeta recursos no Conselho de Segurança que nem local para trabalhar existia, portanto Daniel tem resgatado compromissos assumidos junto à população.

Com paciência, planejamento e comprometimento, o prefeito está conseguindo colocar a máquina nos trilhos. Agora, depois de um longo caminho em 2017, avança nos investimentos em infraestrutura, asfaltando ruas e atacando de frente o desafio em melhorar bairros que foram esquecidos pelos antigos mandatários do poder municipal.

Daniel e seu vice-prefeito, Luiz Henrique trabalham para servir a população, não como alguns gostariam, mas adotando um novo conceito de gestão onde os gastos são controlados, gerando eficiência e resultados. Pode-se não gostar do estilo Daniel do Sindicato, mas a seriedade com que ele trata a gestão, será um legado aos mais jovens que sonham com um país melhor, uma cidade cada vez mais progressista e um bom lugar para se viver.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN