Novo presidente da Câmara de Vereadores de Cristalina, Bernardo Fachinello (PSDB) promete ampliar diálogo com a população

0
Nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Cristalina eleita para 2019: 2º secretário, Valdson Tolentino Filho (PDT), Marquinho Abrão (PRP), presidente, Bernardo Vaccaro Fachinello e vice, Silvano da Silva Leite, ambos do PSDB. (Reprodução: Facebook)
Nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Cristalina eleita para 2019: 2º secretário, Valdson Tolentino Filho (PDT), Marquinho Abrão (PRP), presidente, Bernardo Vaccaro Fachinello e vice, Silvano da Silva Leite, ambos do PSDB. (Reprodução: Facebook)

Por Wilson Silvestre – A partir de janeiro próximo, o vereador em segundo mandato, Bernardo Fachinello (PSDB), assume o comando da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Cristalina prometendo ampliar e melhorar o diálogo com a população. “Quero desenvolver formas de incentivar uma maior participação dos cidadãos na formulação de ideias, colocando-os em contato com o Poder Executivo”. Bernardo tem plena consciência de que uma nova ordem política emergiu das urnas em 7 de outubro e. agora, os cidadãos estão atentos às ações de seus governantes. Sobre as críticas de que os vereadores são alinhados ao prefeito, ele diz que “não existe alinhamento automático com o prefeito como alardeia uma minoria, mas sim um diálogo do que é possível ser aprovado em benefício da população”. O blog entrevistou Bernardo Fachinello por email na quinta-feira (6).

A maioria dos vereadores de Cristalina tem sofrido inúmeras críticas nas redes sociais, que existe um alinhamento automático ao prefeito Daniel do Sindicato. O senhor pretende estabelecer um diálogo mais estreito com a população, ligando o executivo municipal com as demandas dos cidadãos?

Sim, uma das metas dessa nova diretoria é exatamente ampliar o diálogo com a população, desenvolvendo formas de incentivar uma maior participação dos cidadãos na formulação de ideias, colocando-os em contato com o Poder Executivo, estreitando essa relação na busca efetiva na melhoria da qualidade de vida da população cristalinense.

O papel do legislativo municipal, essencialmente é intermediar demandas da população junto ao prefeito, mas nem sempre é possível ter estas reivindicações atendidas no tempo do cidadão. Como a maioria das pessoas sabem, faltam recursos, não só em Cristalina, mas em todas prefeituras do País. Basta ligar a TV ou mesmo acessar redes sociais para constatar a situação dos municípios. Disso se aproveitam opositores que não descem do palanque. Demonizam vereadores, prefeito e os gestores públicos pintando um cenário que não existe. Eles não enxergam o esforço do legislativo e executivo para cobrir as demandas da população.

Não existe alinhamento automático com o prefeito como alardeia uma minoria, mas sim um diálogo do que é possível ser aprovado em benefício da população. Eles querem um Poder Legislativo guerreando com o Executivo, mas isto não vai acontecer pois as maiores vítimas seria a população.

Como o senhor avalia a composição da Mesa Diretora tendo o ex-presidente da gestão anterior na composição?

Temos uma avaliação positiva da nova diretoria. Composta por vereadores capacitados e empenhados cada vez mais em fazer com que a vontade da população possa ser transformada em leis e assim, dar maiores condições ao prefeito de completar esse ciclo implementando o que fora pleiteado pelos cidadãos.

Quanto à participação do atual presidente na próxima mesa diretora, só nos fortalece devido sua grande experiência política. Ele é um homem público que presidiu por inúmeras vezes o legislativo municipal, além de ter passado por várias diretorias, sendo um grande conhecedor das leis, do regimento interno da câmara e os problemas enfrentados pelo nosso município.

Como o senhor avalia a gestão do prefeito Daniel do Sindicato frente às críticas que circulam nas redes sociais?

Este ano [2018] fui líder do governo na Câmara e pude acompanhar de perto todo o trabalho do prefeito Daniel do Sindicato para conseguir atender todas as demandas do município. Acompanhei seu esforço para quitar dívidas da administração anterior que estavam travando a vinda de novos recursos para o município, mas que foram sanadas com muito esforço.

Como líder do prefeito pude perceber que neste dois anos de sua gestão, houve grandes conquistas na área de saúde, infraestrutura e prestação de serviços. A partir de janeiro, vou continuar o mais próximo possível da população para ouvir críticas, tantos sobre a atuação dos vereadores quanto do prefeito, transformá-las em ideias e soluções, juntamente com a administração municipal.

Na sua avaliação política, como o legislativo municipal pode contribuir para fortalecer o papel do vereador junto à comunidade?

Como disse acima, nossa meta será uma maior aproximação desta casa com a população. Ninguém melhor que os vereadores para canalizar demandas dos cidadãos para serem discutidas e, se forem para o bem coletivo, transformadas em leis. Seremos receptivos a todos os vereadores que apresentarem propostas concretas que visarem melhoria na qualidade de vida dos cidadãos cristalinenses. Tenho consciência de que a população de Cristalina, Goiás e do Brasil, quer uma nova ordem política e administrativa, para tanto, nosso papel como homens públicos, será o de canalizar as vozes das ruas e transformá-las no bem coletivo.

O que vereadores e a população podem esperar do presidente Bernardo Fachinello?

Os vereadores podem esperar um presidente empenhado em facilitar e ajudar no trabalho de cada um, apoiando todas as ideias que forem para o bem da cidade e dos moradores.

Aos funcionários da Câmara, responsáveis pelo bom andamento dos trabalhos, procuraremos incentivá-los investindo sempre numa melhoria da qualidade do trabalho e atendimento à população.

Assim como meus colegas vereadores que me honraram com seu voto e os colaboradores desta Casa de Leis, afianço que vamos realizar o melhor para Cristalina. Somos um time que convive mais tempo juntos do que com nossos familiares, portanto, somos uma grande família.

Mas, como homem público, irei cumprir os ritos da lei e ser enérgico com os gastos do dinheiro do contribuinte. Serei um presidente do diálogo com as comunidades, tanto dentro da Câmara como no convívio social. Sempre predisposto a ouvir demandas da população e encaminhá-las ao prefeito. Não como um mero despachante, mas sobretudo como uma via auxiliar na melhoria das ações do poder Executivo. Agradeço mais uma vez a Deus e  todos os colegas vereadores pela confiança depositada em nossa chapa eleita por unanimidade, provando que nossa conduta como liderança do prefeito, correspondeu às expectativa dos colegas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN