Sem propostas, oposição ‘atira’ no prefeito Pábio Mossoró e acerta na imagem de Valparaíso

0
O prefeito de Valparaíso, Pábio Mossoró (MDB) tem sofrido ataques de adversários e pretendentes em disputar a cadeira de prefeito ou vereador. Todos tem o mesmo objetivo: desconstruir sua reputação como gestor e colocar pedras no caminho da reeleição. Pábio tem dito que está na vida pública porque acredita em servir a comunidade, transformando a vida das pessoas que necessitam da intervenção do poder público. Quanto aos críticos, a população saberá separar a verdade das falsas promessas.
O prefeito de Valparaíso, Pábio Mossoró (MDB) tem sofrido ataques de adversários e pretendentes em disputar a cadeira de prefeito ou vereador. Todos tem o mesmo objetivo: desconstruir sua reputação como gestor e colocar pedras no caminho da reeleição. Pábio tem dito que está na vida pública porque acredita em servir a comunidade, transformando a vida das pessoas que necessitam da intervenção do poder público. Quanto aos críticos, a população saberá separar a verdade das falsas promessas.

Por Wilson Silvestre – Nesta quadra de ano eleitoral, os políticos costumam sair em revoadas como um enxame de libélulas em busca de alianças e apoios. Por enquanto o eleitor é só um detalhe a ser atacado assim que a luz da legislação for ligada. Estes senhores e senhoras miram seus focos em aliados para somar pontos e contribuir, se possível, nos ataques aos adversários, preferencialmente dos que estão no poder. Este é o caso do prefeito de Valparaíso, recém filiado ao MDB, Pábio Mossoró.

Seus adversário perceberam que ele é forte competidor e por isso sofre todo tipo de ataques, sendo responsabilizado pelas agruras que o cidadão enfrenta em Valparaíso. Na fala desses ‘paladinos da boa gestão’, Valparaíso é a pior cidade para se viver, morar, trabalhar e empreender qualquer negócio. Pelas críticas dos donos da verdade e da ‘boa gestão’, Pábio nunca fez absolutamente nada. Não recuperou a prestação de serviços em saúde, nem sequer fez um metro de asfalto e não investiu em escolas. Para eles, a cidade não tem segurança pública e que para transitar pelas ruas é impossível devido não ter infraestrutura urbana.

A oposição precisa rejuvenescer suas ideias, caso contrário serão relegados ao ostracismo político. O cidadão-eleitor está cansado de ouvir ataques e soluções mirabolantes apenas no período eleitoral. As pessoas querem propostas factíveis e sinceridade dos que pretendem administrar a cidade. Qualquer cidadão do Setor de Chácaras, por exemplo, que tem sofrido com a falta de infraestrutura sabe que tudo demanda recursos. Dinheiro não dá em árvores e muito menos em município que tem demandas reprimidas desde sua fundação. Não será em tempo de escassez em recursos federal e estadual que o prefeito Pábio vai resolver estas demandas. É impossível.

O papel de quem faz oposição aos mandatários da vez é apontar erros e apresentar soluções. Criticar somente pela crítica, não rende votos e muito menos se constrói liderança. Valparaíso precisa de uma oposição consistente, responsável e que saiba estabelecer correlação der forças com Pábio Mossoró. Por mais que tentem negar sua ascensão como líder, mais ele se torna um ‘player’ da política no município e região. As críticas, muitas delas aleatórias postadas em grupos de Whatsapp não surte efeito na desconstrução da imagem de protagonista que ‘quebrou’ a hegemonia quase absoluta da deputada estadual e ex-prefeita Lêda Borges (PSDB).

Se for levar em conta as acusações dos pretendentes à cadeira de prefeito sobre a cidade ninguém terá coragem em passar na BR-040. O cenário pintado pela oposição é de terra arrasada. Portanto, reavaliar conceitos em época de mudanças profundas no comportamento do eleitor se faz necessário, caso contrário, os tiros em Pábio Mossoró vão acertar na imagem de Valparaíso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN