Plácido Cunha, o homem dos mil segredos ungido presidente da Câmara de Vereadores de Valparaíso

0
OS DONOS DO PODER EM VALPARAÍSO – Prefeito Pábio Mossoró, vice, Zeli Fritsche e o futuro presidente da Câmara de Vereadores, Plácido Cunha: nenhum governante neste País equilibra-se no poder apenas utilizando conceitos republicanos e eles sabem que terão desafios além das regras democráticas. No caminho deles, uma sociedade volátil, dinâmica e com novas realidades mantendo vigilância constante no legislativo e executivo. (Foto: Facebook).

 

Na vida pública, recomenda-se manter o fígado tinindo para absorver as pancadas – e facadas – dos adversários e aliados. As mudanças que ocorrem no campo de lutas nos bastidores políticos não tem nada a ver com o teatro ensaiado no plenário do legislativo, seja municipal, estadual ou no Congresso. Todos sabem qual é o seu papel na cadeia alimentar do toma lá dá cá.

A realidade efetiva das pautas que interessam aos cidadãos, nem sempre caminham juntas com o executivo pois as relações que se estabelecem no campo dos interesses, tornam-se uma oportunidade ao prefeito arbitrar o que lhe convém no orçamento. De um modo geral, é assim que funcionam as chamadas ‘Casas de Leis’ no país. Mas, não custa lembrar aos novos ‘donos do poder’ que a sociedade também mudou, portanto não esperem vida fácil como em tempos recentes.

Devido a esta mudança no comportamento da sociedade, a escolha antecipada de Plácido Cunha (Patriota) para presidir a Mesa Diretora do legislativo municipal de Valparaíso de Goiás, tem gerado muito ti-ti-ti nos bastidores. Entre especulações, é óbvio que o prefeito (reeleito), Pábio Mossoró (MDB) atuou discretamente para fazer de Plácido Cunha presidente do legislativo municipal em 1° de janeiro. Não por ver em Plácido um ‘Zé Antônio’ mais afinado com os interesses do executivo municipal, mas sim para mantê-lo sob as vistas.

Pábio tem consciência que Plácido é guardião de muitos segredos políticos que circulam nos corredores da Prefeitura de Valparaíso ou em distantes restaurantes chiques. Lugares que a patuleia do andar de baixo da pirâmide social não tem acesso. Então, fazê-lo presidente do legislativo municipal era uma questão fundamental para manter o controle do poder e de seu grupo em rédeas curtas.

O blog tentou inúmeras vezes conversar com Plácido, mas infelizmente ele ignorou mensagens e contatos. Como o titular desta página é um simples e modesto jornalista, mas não amestrado, buscou informações sobre o novo presidente da Câmara de Vereadores de Valparaíso com amigos e pessoas que o conhecem há muito tempo. De acordo com estas fontes, Plácido é um hábil negociador político, “um ninja” na expressão de uma dessas fontes.

Resumidamente estas fontes dizem que Plácido “vai ampliar o protagonismo da Câmara dando sua parcela de contribuição à sociedade. Para que isto seja realidade, dará maior transparência nos debates aprovando leis que venham a melhorar a vida da população. Outra propostas, segundo estas mesmas fontes, dizem respeito à ações que flexibilizem o acesso das pessoas ao legislativo. De fato Plácido tem tudo para fazer uma boa gestão política, pois carrega no currículo uma vasta experiência como vereador e também no executivo.

Na outra ponta, está o prefeito que precisa entrar no jogo como ‘dono da bola’, caso contrário, terá vida administrativa curta, principalmente se não tiver uma relativa influência no legislativo. Portanto, não fiquem surpresos ao ouvirem de Suas Excelências no dia 1º de janeiro, a discurseira sobre “vamos dar maior transparência e manter a independência do poder legislativo”. Nenhum cidadão minimamente letrado acredita nesses ‘teatrinho’ encenando para amestrados jornalistas e amigos do poder. Podem conferir.

Pábio tem noção que este segundo mandato selará seu futuro como liderança política, para tanto terá que construir uma força que faça contraponto aos novos líderes que estão surgindo. Sem contar que sua arquirrival, deputada Lêda Borges (PSDB) não dará trégua e muito menos água para ele beber.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN