Dr. Lucas quer a gestão de Águas Lindas sintonizada com as vozes das ruas e nãos só em gabinetes

0
Prefeito de Águas Lindas, Lucas Antonietti (Podemos) inaugura um novo modelo de gestão focado nos bairros. Meticuloso, organizado, apaixonado no que faz, determinado e obstinado, qualidades que o médico e agora gestor público tem mostrado como exemplo à sua equipe de colaboradores. Na imagem acima que ilustra este texto, uma amostra de como será sua gestão: gente como prioridade. “É um momento de muita alegria, um marco para a nossa cidade e um tempo de esperança”, registrou ele em sua página no Facebook logo após vacinar o senhor Dercílio Pereira da Silva (80 anos) contra o Covid-19.

O novo cidadão-eleitor que foi as urnas a partir de 2018, tornou-se mais exigente, apressado e, em determinados casos, intolerante com a inércia e os arranjos da ‘velha política’ do toma lá, dê cá. Em 2020, em plena pandemia, este cidadão deixou claro ao eleger os novos prefeitos e vereadores que tem pressa na solução de suas demandas. Os eleitos, seja prefeito ou vereador, sabem que precisam dar respostas rápidas e satisfatórias à população de seus municípios, portanto, acabou o tempo das promessas não cumpridas.

Ciente dessa responsabilidade, o prefeito de Águas Lindas, Dr. Lucas [da Santa Mônica] de Carvalho Antonietti (Podemos), inaugura um novo estilo de gestão descentralizando ações por meio do diálogo aberto com a população. Ele se posiciona como a antítese do ex-prefeito Osmarildo Alves de Sousa, conhecido por Hildo do Candango (por enquanto no PTB) que era mais centralizador.

Lucas tem permanecido no gabinete, só o tempo necessário para atender a burocracia dos papelórios, preferindo ir para as ruas conversar com a população sobre suas demandas, principalmente nos bairros menos assistidos pelo poder público. De acordo com fontes ouvidas pelo blog na tarde de terça-feira (19/5), ele quer ouvir a população pois avalia que só assim pode acertar mais e errar menos.

A percepção nestes primeiros 20 dias de gestão, é que o Dr. Lucas vai alterar a dinâmica de governança, aumentando o controle dos investimentos mas deixando os auxiliares livres para prospectar recursos e elaborar projetos estruturantes. Neste contexto, o prefeito se desloca do modelo de gestão centralizado direcionando os parcos recursos do município em ações que trazem resultados imediatos à população.

Neste ano em que a pandemia do coronavírus está exigindo dos agentes públicos uma atenção redobrada, tanto em recursos como na possibilidade de ter mais gente infectada, o médico Lucas Antonietti – assim como o governador Ronaldo Caiado fez –, vai centrar mais esforços na saúde e também na geração de empregos. Estes desafios tem ocupado boa parte da agenda do prefeito Lucas e seus auxiliares.

Fazer mais com menos exige muita criatividade na gestão, mas também oportunidade para a equipe justificar porque foi escolhida. Este conceito tem como bússola, o novo ciclo virtuoso que o prefeito Dr. Lucas pretende deixar como legado em Águas Lindas. O lado empreendedor dele forjado na iniciativa privada, dá uma pista de como pensa e toma decisões: foco no ser humano e maior oferta na prestação de serviços públicos bem ao estilo da Clínica Santa Mônica.

Estimula seus secretários e auxiliares a seguirem seu modelo de gestão à risca, dialogando diretamente com a comunidade tem noção que nunca haverá recursos bastante para tantas demandas, portanto, discutir as prioridades com a população nos bairros é mais produtivo do que em gabinetes refrigerados e cheio de burocracias. Este é o conceito Dr. Lucas de governar: descentralizar e fiscalizar onde está indo bem ou tendo falhas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN