No fundo do poço, PSDB perde Naçoitan Leite, a única voz de prefeito que fazia oposição a Ronaldo Caiado

0
Pragmatismo faz parte da vida pública brasileira e o prefeito de Iporá, Naçoitan Leite exercitou este conceito embarcando na base do governador Ronaldo Caiado. A aproximação entre os dois teve o aval do senador Vanderlan Cardoso (PSD) – filho de Iporá –, mas os dois maiores fiadores da reconciliação entre Caiado e Naçoitan foram os Republicanos, prefeito de Goiânia, Rogério Cruz e o deputado estadual, Jeferson Rodrigues Lemos (à direita da foto).

Ao romper com o PSDB de Marconi Perillo e declarar uma “aliança de paz e de prosperidade” com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas), o prefeito de Iporá – importante cidade do oeste goiano –, Naçoitan Leite joga incerteza no futuro dos tucanos na eleição de 2022. Ao migrar para a base de apoio ao governo Caiado, ele abre a porta para vários prefeitos tucanos debandar para o guarda-chuva governista. Na esteira das especulações, o tucanato deve ficar com no máximo quatro prefeitos, os demais seguem Naçoitan.

De fato, se tomar como referência o número de prefeitos presentes em Iporá para o dia do ‘sim, sou Caiado a partir de agora’, lideranças como o senador Vanderlan Cardoso (PSD), deputada federal, Flávia Moraes (PDT) e o principal interlocutor do tratado de paz entre o prefeito e o governador, Pastor Jeferson Rodrigues (Republicanos). Outro personagem que atuou junto a Caiado como fiador da aliança, foi o prefeito de Goiânia o também também Republicano, Rogério Cruz.

Este empenho cravou a sigla que vai abrigar Naçoitan Leite assim que deixar o PSDB. Mesmo sendo um ato corriqueiro na vida política brasileira, representa um simbolismo forte na decadência do PSDB que terá grande dificuldade para se firmar novamente como partido de oposição. Sinaliza também que os Republicanos estão afinadíssimos com o governador Ronaldo Caiado e vão concentrar forças em eleger pelo menos dois deputados federais, sendo um deles, Pastor Jeferson.

Por sua vez, Naçoitan é só alegria com Ronaldo Caiado. “A Prefeitura de Iporá desembolsava R$ 1 milhão por mês para manter a UPA funcionando. Agora Caiado vai nos ajudar com a saúde, pois tivemos um número elevado de infectados pela Covid-19 e já estamos no limite”, disse Naçoitan ao blog no domingo (14). A bandeira branca entre o governo e o prefeito foi antecedida pela visita do secretário de Saúde, Ismael Alexandrino na sexta-feira (13). Ele vistoriou as instalações das unidades de saúde da cidade e acenou com a possibilidade de implantação de 10 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Pelo ocorrido, mas uma vez o pragmatismo político deu lugar aos interesses da população e não dos mandatários da vez. “Eu tinha que recuar de minha posição crítica ao governador por dois motivos: estava sozinho e prejudicando a população de minha cidade”. No sábado (13), Caiado acompanhado de secretários, lideranças da região e o prefeito, cumpriram agenda juntos em clima de fraternidade. Visitaram obras de ampliação do esgotamento sanitário da cidade e inauguram quadra poliesportiva.

Naçoitan reconhece que Ronaldo Caiado é o mais cacifado para disputar a reeleição na condição de favorito. “Creio que o governador está empenhado em fazer uma excelente gestão em saúde, saneamento básico, educação e recuperação da malha viária. Esta será sua marca neste primeiro mandato e também seu cartão de visitas ao pedir mais quatro anos ao eleitor”, garante.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AN